quinta-feira, fevereiro 29, 2024
HomeCovid-19Filas e doses esgotadas: como foi o drive-thru de vacinação

Filas e doses esgotadas: como foi o drive-thru de vacinação

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Ação em frente ao José Corrêa atraiu filas quilométricas. Doses da vacina se esgotaram em pouco tempo

O drive-thru de vacinação contra a gripe realizado pela prefeitura de Barueri na manhã desta quinta-feira, 26/3, na avenida Guilherme P. Guglielmo, em frente ao Ginásio José Corrêa, atraiu muitos motoristas que viram as doses da vacina se esgotarem em poucos minutos.

Caos. Foi assim que um dos motoristas que aguardaram na fila definiu a ação. “Aglomeração de carros muito grande, muitos senhores. Eu particularmente, vi ali mais de mil carros. Quando chegou na minha vez, disseram que acabaram as vacinas”, contou um homem ao Barueri na Rede.

“A fila estava na rua da Prata. E por algum motivo acabaram as vacinas. Muitos dos senhores, de tanto o carro ficar ligado na fila esperando, acabou combustível do carro. Tiveram que pedir ajuda para empurrar o carro. Foi um caos”, alega.

“Idosos ficaram na fila do drive-thru para vacinação no José Correa por mais de uma hora e acabou a vacina. Custa um funcionário controlar a quantidade de doses com a de pessoas no carro e fazer a contagem até qual veículo poderia atender e nem deixar entrar na fila o restante?”, questiona outro. “Poxa será que é tão difícil assim? Às vezes culpamos o prefeito, mas a assessoria dele é péssima. Os caras não ajudam”, conclui.

O Barueri na Rede procurou a prefeitura para falar sobre o caso. Em nota, a administração municipal informou que “a ação foi organizada e houve uma busca intensa pela vacina, mesmo a prefeitura informando que não é preciso correria, já que a campanha vai até 22/5”.

A nota esclarece que Barueri recebeu poucas doses da vacina do Ministério da Saúde e que, com a grande procura, é “natural que elas esgotem rapidamente”. Explica também que as doses têm sido enviadas semanalmente às cidades, e que “tão logo chegam, são distribuídas entre os 18 postos de vacinação da cidade”. Por fim, a nota diz que “os municípios dependem totalmente do envio das vacinas por parte do Ministério da Saúde”.

Campanha antecipada e doses esgotadas

A campanha de vacinação contra a gripe foi antecipada devido à pandemia de coronavírus no país (leia mais). Foi previsto que o envio de doses seria feito aos poucos, dando tempo para fabricação.

Para o início da campanha na segunda-feira, 23/3, Barueri recebeu um lote de nove mil doses, que foi distribuído nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). No entanto, as doses se esgotaram no mesmo dia (relembre).

Ao BnR, a prefeitura disse que a expectativa era de receber um lote de cinco mil doses na sexta-feira, 27/3. Porém, com a alta procura, a Secretaria de Estado da Saúde conseguiu antecipar para esta quinta-feira, 26/3.

A vacina contra a Influenza é comprada exclusivamente pelo Ministério da Saúde, que é responsável pelo envio às cidades brasileiras. Os municípios ficam responsáveis pela viabilização da aplicação dessas doses.

Além disso, a vacina contra a gripe não imuniza contra o novo coronavírus, no entanto a campanha busca reduzir o número de pessoas com problemas respiratórios nos próximos meses.

O governo do estado dividiu a campanha em quatro etapas: a partir de de 23/3, vacinação para idosos acima de 60 anos e trabalhadores da saúde; a partir de 16/4, professores, forças de segurança e salvamento e pessoas com doenças crônicas, comorbidades e outras condições clínicas especiais; a partir de 9/5, para crianças com idade maior que seis meses e menor que seis anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), e outros; e o Dia de D, em 9/5, para todos os grupos do público-alvo, incluindo pessoas acima de 55 anos.

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!