terça-feira, maio 17, 2022
HomeCidadeServidores da prefeitura pedem troca de cesta básica por vale alimentação

Servidores da prefeitura pedem troca de cesta básica por vale alimentação

por: Redação

Funcionários alegam que, além da má qualidade dos produtos e diminuição dos itens, benefício não atende as necessidades de muitas famílias

Há anos os servidores da prefeitura vêm pedindo que a cesta básica seja substituída por vale alimentação. Agora a mobilização ganhou força com um abaixo-assinado online que tem por objetivo pressionar a administração municipal sobre a insatisfação que o item causa. “A cesta que nos fornecem, que é um direito nosso, está cada vez pior. Além de ter cada vez menos coisas, a qualidade dos alimentos é péssima, inclusive tivemos caso com coisa estragada”, argumenta um dos servidores ouvidos pelo Barueri na Rede.

Item estragado teria sido entregue em cesta básica fornecida pela prefeitura. Postagem foi feita num perfil do Facebook em janeiro desse ano/Imagens de rede social

O alimento estragado seria uma peça de linguiça que teria vindo na cesta básica recebida por um professor de Barueri em janeiro deste ano. A imagem foi compartilhada em uma rede social. Os servidores alegam que os inúmeros pedidos têm sido sistematicamente ignorados pelo prefeito Rubens Furlan – alguns deles chegaram a se reunir em frente à sede da administração com cartazes e dizeres solicitando a troca da cesta por vale alimentação e questionando a redução da quantidade dos alimentos.

Outro argumento apresentado pelos funcionários, é que a cesta limita a qualidade alimentar do benefício. “Muitos servidores, inclusive idosos, não possuem veículo [para retirar a cesta], outros têm restrição alimentar, como diabetes, e por isso nem consomem o que vem. Aí acabam tendo que vender”, declarou um dos organizadores do movimento.

De fato, não é incomum encontrar anúncios de venda de cestas básicas fornecidas pela prefeitura em grupos do Facebook. Um dos argumentos da reinvindicação é de que o vale alimentação seria uma maneira de impedir que isso acontecesse, já que com a substituição, cada servidor poderia escolher o que comprar de acordo com as necessidades da família.

Servidores concordam com a reinvindicação e apontam problemas e prejuízo que justiticam a troca pelo vale alimentação

Edson Galvão, um dos funcionários que estão à frente da mobilização, afirma que Barueri é a única cidade da região que insiste na cesta básica física como forma de benefício. “Além disso, os servidores da Câmara Municipal já são contemplados com esse sistema [de vale], mas os servidores da Prefeitura ainda não”.

Além de estar coletando assinaturas nos prédios de serviços públicos, o movimento criou uma página na internet onde as pessoas podem assinar o documento. O abaixo-assinado pode ser acessado clicando aqui.

 

Valor do benefício

Comunicado feito para reunir assinaturas

Outro ponto requerido pelo movimento é a revisão do valor do benefício. Segundo Edson, enquanto Jandira e Osasco oferecem, respectivamente R$ 278 e R$ 600 no auxílio, em Barueri, mesmo sendo a cidade mais rica, o valor não chega a R$ 200.

O BnR questionou a prefeitura sobre a reivindicação dos servidores. Tanto às perguntas sobre qual razão de a prefeitura ainda manter esse método de repasse de benefício e se o valor do benefício seria revisto, a administração municipal não enviou respostas.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!