quarta-feira, junho 19, 2024
anuncio
HomeCidadeSecretaria da Educação oferece serviço de entrega de cesta básica a servidores,...

Secretaria da Educação oferece serviço de entrega de cesta básica a servidores, mas cobra frete

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Funcionário poderá receber no local de trabalho mediante pagamento no valor de R$ 5. Trabalhadores reivindicam substituição da cesta por vale alimentação

Todos os meses, fila de espera para retirada da cesta básica em um único ponto pode durar horas

A Secretaria de Educação de Barueri criou um serviço que promete entregar as cestas básicas dos servidores da pasta no próprio local de trabalho. A intenção, segundo informe distribuído aos funcionários, é diminuir as filas de espera para a retirada do produto. Todo mês, as cestas são entregues em ponto único a todos os servidores municipais, o que acarreta longas filas e perda de muito tempo.

Porém, o novo serviço, chamado pela secretaria de Projeto Cesta na Escola, exige o pagamento de frete de R$ 5 por parte dos educadores. A prefeitura, no entanto, não explica porque esse valor é cobrado e nem quem vai ficar com o dinheiro.

A ideia tem a intenção de dar uma resposta a uma antiga reivindicação dos funcionários, que é a substituição da cesta pelo cartão alimentação. Isso permitiria que cada servidor adquirisse os produtos quando e onde lhe fosse mais adequado. Além disso, há queixas sobre a a lista dos itens entregues e sua qualidade. A discussão já dura anos e a prefeitura tem tido postura irredutível contra a mudança.

O Barueri na Rede procurou a administração municipal, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), pedindo esclarecimentos sobre a iniciativa. A primeira pergunta era sobre a veracidade da informação, apesar de diretores de escola terem dito ao BnR que receberam o comunicado da criação do serviço diretamente do secretário Celso Furlan.

Também questionou, já que haverá cobrança, se a entrega será feita por empresa terceirizada. Em caso afirmativo, como ela foi escolhida? Perguntou ainda se a prefeitura pode entregar a cesta para uma pessoa que não o servidor e quem se responsabilizaria por danos e extravios. Até o fechamento dessa reportagem, a Secom não respondeu as dúvidas do portal.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!