terça-feira, agosto 16, 2022
HomeCidadeRegião chega a 44 casos de varíola do macaco. Seis dos registros...

Região chega a 44 casos de varíola do macaco. Seis dos registros são de Barueri

por: Redação

Doença, transmitida pelo contato físico, continua se espalhando por toda a parte e teve aumento de 50% em Barueri em uma semana

Com dois novos registros nos últimos dias, Barueri chega a seis casos de varíola do macaco (monkeypox), um aumento de 50% em relação à semana anterior. A informação foi divulgada na quarta-feira, 3/8, pela secretaria estadual da Saúde. Os municípios da região somam 44 notificações.

O município vizinho com maior número de pacientes é Osasco, com 17. Itapevi, com 11 casos, aparece em segundo, seguida de Carapicuíba, com oito; Cotia, com sete; e Jandira, com um. Nesta quarta-feira, a capital paulista ultrapassou a marca dos mil registros.

A taxa de mortalidade entre as pessoas que contraem a doença é de cerca de 3%, considerada baixa pelas autoridades de saúde. As pessoas que correm mais risco são as que apresentam doenças crônicas ou que fazem tratamento de enfermidades graves, como câncer ou problemas cardíacos.

O contágio se dá predominante pelo contato direto entre pessoas, com maior probabilidade nas relações sexuais, mas mesmo beijos, abraços, compartilhamento de objetos ou um simples aperto de mãos podem transmitir a enfermidade. Por isso, pessoas que suspeitem tem adquirido a doença devem procurar imediatamente orientação mécia e isolar-se o máximo possível.

O ciclo da monkeypox dura em média 14 dias, quando os sintomas evoluem de vermelhidão na pele para irritação e coceira até a fase em que se formam bolhas que podem distribuir-se por todas as parte do corpo, inclusive no interior da boca.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!