quarta-feira, junho 29, 2022
spot_img
HomeCidadeRanking nacional põe Barueri na 1.122ª posição em bem-estar urbano

Ranking nacional põe Barueri na 1.122ª posição em bem-estar urbano

por: Redação

A 16ª posição de Barueri em renda per capita no país não reflete em bem-estar urbano. Ou seja, a riqueza da cidade não produz qualidade de vida

Barueri está entre as cidades mais ricas do Brasil e aparece na 16ª posição em renda per capita. No entanto, o valor de quase R$ 172 mil por ano para ser gasto com cada munícipe não se reflete em bem estar urbano. A análise é do Observatório das Metrópoles que divulgou, no final de setembro, o Índice de Bem-Estar Urbano (Ibeu) para os 5.565 municípios do país, e nele Barueri aparece apenas na 1.122ª posição. Em relação ao Estado de São Paulo, a cidade está na 499ª colocação num universo de 645 municípios.

Com base nas informações no Censo Demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de geografia e Estatística (IBGE), o índice avalia a dimensão urbana do bem-estar usufruído pelos cidadãos promovido pelo mercado, via consumo mercantil, e pelos serviços sociais prestados pelo Estado. A avaliação está relacionada às condições coletivas de vida promovidas pelo ambiente construído da cidade, nas escalas da habitação e da sua vizinhança próxima, e pelos equipamentos e serviços urbanos. O objetivo é fornecer um instrumento de avaliação aos governos, universidades, movimentos sociais e sociedade civil em geral para a definição de políticas públicas.

O índice é composto por cinco avaliações: Mobilidade Urbana (D1), Condições Ambientais Urbanas (D2), Condições Habitacionais Urbanas(D3), Atendimento de Serviços Coletivos Urbanos (D4) e Infraestrutura Urbana (D5). Cada item varia de zero a 1 e a média das cinco dimensões compõe o Ibeu-Municipal. Quanto mais próximo de 1, melhores são as condições urbanas e quanto mais próximo de zero, piores.

qualificacaoO Barueri na Rede analisou os dados do relatório comparando a cidade de Barueri com os outros 38 municípios da Grande São Paulo. Para ganhar profundidade comparativa, foram incluídos dados demográficos, PIB per capita municipal e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) de cada cidade da Grande São Paulo, usando como base o Censo 2010 do IBGE.

Na análise final do Ibeu, Barueri aparece bem posicionada, na segunda colocação dentre a cidades da Região Metropolitana de São Paulo, com índice de 0,846 (bom), ficando atrás apenas de São Caetano com 0,903 (muito bom). Os municípios que fazem fronteira com a cidade ficaram todos abaixo: Osasco (0,819), Jandira (0,804), Carapicuíba (0,800), Santana de Parnaíba (0,778) e Itapevi (0,713).

ranking-grande-sao-paulo

Entretanto, ao se comparar com o restante das cidades do país, Barueri aparece na 1.122ª posição, mesmo sendo a 16ª economia per capita do Brasil. No ranking nacional, as oito primeiras posições do ranking são ocupadas por municípios paulistas.

melhores-do-pais

A renda per capita de Barueri é maior que a soma dos sete primeiros (R$ 170.523,18)

Uma renda per capita alta nem sempre se traduz em melhores condições para a população das cidades. No caso de Barueri, que é primeira colocada em renda da Grande São Paulo, é possível observar que em relação ao IDH municipal, a cidade aparece em apenas sétimo lugar, imediatamente, atrás de Mairiporã, que tem menos de 10% do PIB per capita de Barueri.

idh

Analisando o Ibeu separadamente, por quesito, pode-se perceber onde a cidade deve promover maiores investimentos para a melhora de suas condições, pois o índice geral pode levar a um posicionamento distorcido se um dos itens destoarem dos restantes. Numa análise isolada, nota-se que a melhor colocação de Barueri é um segundo lugar, o mesmo da média geral para a Grande São Paulo, indicando que a equalização dos números cria um índice ilusório.

Mobilidade Urbana

O índice de Mobilidade Urbana (D1) foi concebido como indicador do tempo de deslocamento casa-trabalho, que não deve ser superior a uma hora para o Ibeu. Nesse quesito, Barueri fica abaixo de sua média (0,773), caindo para a 15ª posição, apesar de ser uma das menores, em extensão, entre as 15 primeiras. Dentre as vizinhas, está em segundo, atrás de Santana de Parnaíba.

d1

Condições Ambientais Urbanas

Para dimensionar as condições ambientais urbanas (D2) foram considerados três fatores: arborização do entorno dos domicílios, esgoto a céu aberto no entorno dos domicílios e lixo acumulado no entorno dos domicílios.

Nessa avaliação, a cidade tem sua pior posição em relação à Grande São Paulo, ficando da 19ª posição.  Ainda assim, o índice obtido é considerado bom (0,867) e está acima da média geral (0,846) de Barueri. Dos fatores avaliados, chama a atenção o lixo acumulado, pois o descarte de entulho, apesar das ações de recolhimento por parte da administração municipal,  é fato recorrente em todo município.

No início desse mês, a Câmara Municipal aprovou uma lei, enviada pelo executivo, proibindo o descarte de entulho nas vias e locais públicos, problema recorrente na cidade, e fixando multa que varia de 156 a 1.560 reais aos infratores.

Saiba mais: http://www.cupcakes.com.br/deixar-entulho-em-calcadas-ruas-ou-terrenos-baldios-vai-render-multa-de-ate-r-1-560/d2

Condições Habitacionais

A dimensão das condições habitacionais compreende os seguintes indicadores:

  1. Aglomerado subnormal;
  2. Densidade domiciliar – Quantidade de pessoas por dormitório. Sendo considerado adequado até duas pessoas;
  3. Densidade morador/banheiro – Quantidade de banheiros por morador. Foi considerado adequado até quatro pessoas por banheiro;
  4. Material das paredes dos domicílios – Considerado adequado paredes com revestimento ou madeira apropriada para construção;
  5. Espécie do domicílio – Foram considerados como espécie de domicílios inadequados: habitação em casa de cômodo, cortiço ou cabeça de porco; tenda ou barraca; dentro de estabelecimento; outro (vagão, trailer, gruta, etc).

 

Este é mais um índice que está abaixo da média da cidade (0,831) e, apesar de classificado como “bom”, mostra Barueri na nona posição, atrás de São Paulo, que tem uma população 45 vezes maior.

d3Serviços Coletivos Urbanos

São quatro os indicadores dessa dimensão:

  • Atendimento adequado de água
  • Atendimento adequado de esgoto
  • Atendimento adequado de energia
  • Coleta adequada de lixo

 

Esse é o índice mais alto obtido pela cidade (0,963). Sem ele, Barueri cairia para a terceira posição no quadro geral. É, também, o quesito onde 65% das cidades têm seu melhor desempenho e 50% delas estão avaliadas nesse item como “muito bom”. Ainda assim, se comparado só por ele, Barueri fica na quinta posição, atrás de cidades como Diadema e Santo André, estas, com populações muito maiores.d4

A coleta de lixo domiciliar é frequente, entretanto, em setembro, a administração municipal teve problemas que resultaram no acúmulo de lixo em vários bairros e foi objeto de matéria no BnR.

Saiba mais: http://www.cupcakes.com.br/aterro-fecha-as-portas-para-lixo-por-falta-de-pagamento/

Infraestrutura urbana

Os indicadores utilizados nessa dimensão compreendem:

  1. Iluminação pública
  2. Pavimentação
  3. Calçada, meio-fio/guia
  4. Bueiro ou boca de lobo
  5. Rampa para cadeirantes
  6. Logradouros

d5Esse é o único item onde a posição coincide com a média geral da cidade. Porém, é o segundo item mais baixo (0,795) e uma qualificação apenas média.

Por sua topografia irregular, a cidade mantém calçadas em forma de rampas para acesso de veículos às suas garagens prejudicando a mobilidade dos pedestres no passeio público.

 

Fontes

Ibeu: http://observatoriodasmetropoles.net/images/abook_file/ibeumunicipal_final.pdf

http://observatoriodasmetropoles.net/index.php?option=com_k2&view=item&id=1745:%C3%ADndice-de-bem-estar-urbano-dos-munic%C3%ADpios-brasileiros-%E2%80%94-ibeu-municipal&Itemid=164

Dados IBGE: http://cidades.ibge.gov.br/xtras/temas.php?lang=&codmun=354000&idtema=16&search=sao-paulo|pompeia|sintese-das-informacoes-

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!