terça-feira, junho 18, 2024
anuncio
HomeCidadeMulher que teve perna decepada em acidente no Alphaville terá de reaprender...

Mulher que teve perna decepada em acidente no Alphaville terá de reaprender a andar

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Maria Graciete conta os momentos que viveu após o acidente e como se sentiu ao acordar e notar o que tinha acontecido

Em entrevista concedida ao programa Fantástico, que foi ao ar no domingo, 2/6, Maria Graciete Alves de Araujo, de 36 anos, que perdeu parte da perna direita num choque entre uma Mercedes e a moto em que estava na garupa, na alameda Rio Negro, no dia 20/5, contou detalhes sobre o acidente. 

“Eu penso agora em conseguir me levantar, em conseguir o tratamento, colocar a prótese, que eu não sei quanto tempo vai demorar”, contou a massoterapeuta, que no momento do acidente ia do trabalho, no Alphaville, para casa, no Engenho Novo,.

A motocicleta foi atingida violentamente por um carro em alta velocidade. Arlison da Silva Correia, o mototaxista que pilotava a moto, afirmou que acionou a seta para virar à esquerda e pegar um retorno. Assim que entrou na última faixa da avenida, aconteceu a batida. Ele disse que é um milagre estar vivo, diante da violência do choque.

Duas Mercedes em alta velocidade aparentemente disputavam um racha. Um dos veículos ocupava a faixa central. Para desviar do carro que estava atrás da moto, pegou a pista da esquerda, no momento em que Arlison também mudava de faixa e foi atingido. “Quando ele foi dobrando para o outro lado da rua para fazer o retorno, eu só senti (…), afirma Graciete, “já vi que eu estava rolando no chão”.

A massoterapeuta contou que mesmo no chão conseguiu pegar o celular na mochila e pedir ajuda para um colega de trabalho, Brenda. “Eu bati foto, só vi sangue assim de longe, não deu pra eu me levantar muito, porque eu estava com muita dor”.

“Eu penso agora em conseguir me levantar, conseguir o tratamento, colocar a prótese, que não sei quanto vai demorar”,

Ao chegar ao local, Brenda não viu a perna da amiga e tentou poupá-la: “Eu ajoelhei no chão e ficava com a cabeça na frente dela para ela não olhar, para proteger ela”.

Graciete foi encaminhada para o hospital e só descobriu que teve a perna amputada ao acordar, quando ficou sozinha na UTI: “Foi aí que eu olhei e fui me dar conta do que realmente tinha acontecido”.

A perna da massoterapeuta foi decepada no momento do impacto. Ela ficou internada durante cinco dias e recebeu alta no dia 24/5. Agora, Graciete precisará de tratamento para reaprender a andar.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!