segunda-feira, abril 15, 2024
anuncio
HomeCidadeCresce número de manifestantes e força policial na Castelo, trecho de Barueri

Cresce número de manifestantes e força policial na Castelo, trecho de Barueri

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Ao longo de quase 30 horas de ações, que chegaram a interditar os dois sentidos da rodovia, movimentação aumentou e algumas pessoas montam acampamento no local

Os bloqueios em dois pontos da Rodovia Castelo Branco, no sentindo do interior, e para motoristas que tentavam chegar à capital paulista, que por volta de meia-noite de terça-feira, 1º/11, completou 30 horas, reuniram, a partir da noite, mais manifestantes e também agentes das polícias Rodoviária, Tropa de Choque e ostensivo da Polícia Militar.

Homens da Tropa de Choque aguardam em formação ordem para liberação da via/Fotos: Suzi Alves

Por volta das 21 horas de terça, o comando da Polícia Militar Rodoviária contabilizava aproximadamente 400 manifestantes ocupando a Castelo Branco, no trecho de Barueri. Ao mesmo tempo, mais uma equipe do Batalhão de Choque chegava, totalizando 120 homens. “Estamos com quatro equipes distribuídas ao longo da via, nos dois sentidos”, garantiu o tenente responsável pela ação da tropa de elite da PM ao Barueri na Rede.

Crianças, a maior preocupação das equipes de policiamento que tentavam dispersar multidão, foram levadas por manifestantes

Entre os manifestantes, muitas crianças e pessoas circulavam entre as pistas, que ora eram liberadas para a passagem de carros, motos e caminhões, ora era completamente fechada. “A ordem é liberar o fluxo completamente, com segurança para todos”, afirmou o comandante do efetivo da Polícia Militar Rodoviária ouvido pelo BnR.

Uma das questões de preocupação da Tropa de Choque, que esteve presente no local desde o início da manifestação, na noite de segunda-feira, 31/10, são as crianças. Durante uma das tentativas de acordo com os manifestantes, foi pedido que pelo menos elas fossem retiradas do local. “Vocês tiram as crianças e nós seguimos com a liberação sem confronto. As pessoas podem ficar no acostamento, seguindo com a manifestação e sem interromper a passagem dos veículos”, argumentou o comandante do Choque.

Policia tentava negociar com manifestante para liberação das pistas da Castelo Branco, sentido interior

Em resposta, um homem que falava em nome do grupo de mais de 400 pessoas, insistia em falar em comunismo e direito de se manifestar por ‘um país melhor’, sem no entanto, atender aos pedidos do policial. Enquanto isso, os manifestantes balançavam bandeiras, cantavam o Hino Nacional e o Hino da Bandeira e tomavam a via.

Uma churrasqueira foi montada ao lado da rodovia, no canteiro próximo ao acesso 26A para Barueri

Pouco antes das 22 horas, uma caminhonete estacionou ao lado do acesso 26A para Barueri, trazendo mantimentos, uma churrasqueira e caixa de som. Ao mesmo tempo, a Tropa de Choque entrava em formação, à espera do melhor momento para fazer nova tentativa de liberar as pistas da Castelo. “Há muitas crianças no meio dos manifestantes e nossa preocupação é com o bem-estar delas”, avaliou o comandante do Choque, em frente aos carros da tropa.

Os policiais, que estão na operação desde manhã, garantem que vão ficar até que as ordens de liberação sejam cumpridas.

 

 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!