quinta-feira, junho 13, 2024
anuncio
HomeCidadeComerciantes pedem socorro e calculam perdas com falta de energia

Comerciantes pedem socorro e calculam perdas com falta de energia

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Estabelecimentos que comercializam itens perecíveis são os principais prejudicados com apagão geral. Enel não tem previsão de normalização do serviço

Terminal central totalmente no escuro por volta das 22 horas de sexta-feira

A prolongada falta de energia na cidade entre a sexta-feira, 3/11, e o sábado, 4/11, causou prejuízos a inúmeros estabelecimentos, em especial aqueles que comercializam bens perecíveis.

A queda no serviço da Enel interrompeu a atividade comercial em pontos de grande circulação de consumidores, como a região central e a avenida Zélia, no Parque dos Camargos. Outra via movimentada, a avenida Municipal, no Jardim Silveira, permaneceu sem energia até o meio do sábado.

Na região, os comerciantes estavam revoltados quando amanheceu o dia, não apenas pela falta de energia, mas também pela ausência de qualquer explicação por parte da Enel. “Fiquei uma hora e 23 minutos na linha sem atendimento”, conta a proprietária de um estabelecimento. ”Estamos desesperados porque a energia acabou por volta das 17 horas de sexta e até agora (fim da manhã de sábado) não temos nenhuma ideia de quando voltará.” .

Um comerciante estima que suas perdas com deterioração de itens perecíveis podem chegar a 200 mil reais. “Para não perder tudo, tivemos que alugar um caminhão refrigerado e estamos transferindo os produtos”, contou. “Estou aqui pedindo encarecidamente que olhem por nós. Não sabemos mais o que fazer, a quem recorrer, estamos desesperados.”

As pessoas que conseguiram falar com a Enel ouviram que o número de problemas foi muito grande e que a empresa está empenhada em resolvê-los o mais rápido que puder, mas que é impossível fazer uma previsão de quando a normalidade voltará.

Em resposta ao Barueri na Rede, a concessionária enviou uma nota genérica afirmando que teve de atender a mais de 1,2 mil chamadas apenas sobre quedas de árvores na Grande São Paulo. “Devido a complexidade do reparo e a necessidade de reconstrução de trechos da rede, em alguns casos, o restabelecimento da energia será de forma gradual e, em alguns casos, pode levar mais tempo”, afirma.

Segundo a legislação, as concessionárias de energia elétrica podem ser responsabilizadas por prejuízos causados pela falta de energia e ter de arcar por danos materiais e morais. A obrigatoriedade de indenização não se resume a empresas, mas até mesmo aos consumidores individuais. No início da tarde muitos bairros continuavam sem energia elétrica e ainda sem resposta da Enel.

Postagens Relacionadas

7 Comentários

  1. Estou passando pelo mesmo problema… tenho comércio onde sirvo almoço… devido a falta de energia estou perdendo mercadoria, além do comércio tenho uma filha com deficiência e q fica muito incomodada com a falta de luz… estamos sem energia desde sexta e até o momento não retornou.
    Não sei mais o que fazer… já liguei pra Enel mas não atende… liguei pra prefeitura até pra defesa civil… mas falam que o problema quem resolve é a Enel… estou desesperada

  2. E a estória do aterramento dos fios elétricos? Tem até lei nesse sentido… Alguém se lembra?!

  3. Não importa se teve muitos chamados pois é obrigação da empresa ( ENEL ) restabelecer o fornecimento de energia. Quando o cidadão atrasa as contas vcs sabem agir com rapidez e não querem saber os motivos e terminam suspendendo o fornecimento de energia de toda família. Aos que estão no prejuízo que acionem a justiça e façam valer os seus direitos.

  4. Eles pedem pra priorizar meios digitais, mais lá vc não consegue fazer a reclamação também. Descaso total, falta de respeito, falta de humanidade dessa empresa, porque sabem que no final das contas os únicos prejudicados serão os consumidores. Ontem rodei vários ligares e não vi nenhum carro deles prestando serviço e hj só vi um com gerador em uma escola, como se o enem fosse mais importante que a vida das pessoas.

  5. Estou sem energia desde o dia 3 e já estamos no dia 6/11 e nada de energia estou desesperada pois tenho um bar e lanchonete e muitas perdas em casa e no comércio
    Peço socorro e mais atenção a nós população

  6. Moro na Vila São Francisco, São Paulo! É inacreditável uma empresa responsável por toda está situação! Aqui no bairro tem muitas casas de repouso, pessoas acamadas e que precisam de aparelhos ! Que falta de comprometimento e profissionalismo! Estamos 3 dias sem lu, nada na geladeira, crianças sem poder usar o computador pras lições de casa, etc Até quando vamos ter que aguentar? Vou realmente tomar outras providências que estão descritas acima e que todos tem direito a estas indenizações!

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!