sexta-feira, abril 19, 2024
anuncio
HomeCidadeSuposta ameaça de atentado coloca alunos da Unip em alerta

Suposta ameaça de atentado coloca alunos da Unip em alerta

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Circula pelas redes sociais áudio de aluno do curso de Direito afirmando que pretende atacar colegas durante as aulas

O Barueri na Rede recebeu denúncias de alunos da Universidade Paulista (Unip), de Alphaville, sobre ameaças de um suposto ataque à unidade escolar. A intimidação teria sido feita por um aluno do curso de Direito a colegas de sala, por meio de áudios em uma rede social.

De acordo com estudantes, a coação surgiu durante uma conversa de um grupo de WhatsApp da turma do curso de Direito. Um dos colegas de classe enviou uma série de áudios com ameaças aos colegas. Em um deles, o rapaz dizia que “iria matar todos os homens da sala e violentar as mulheres” Além das ameaças, o rapaz, aparentemente exaltado, passava nos áudios o tempo todo mensagens religiosas.

Após os áudios começarem a circular pelas redes sociais, foi encontrado um boletim de ocorrência, do ano de 2018, em que o mesmo rapaz ameaçava uma familiar de morte após a vítima testemunhar em um processo de inventário. A descoberta deixou os alunos mais preocupados com a situação e com a permanência do acusado na universidade.

Ao procurar a coordenação da Unip sobre a possível suspensão das aulas nesta segunda-feira, 23/9, ou se alguma medida seria tomada contra o suspeito, os alunos foram informados que as atividades escolares continuam normalmente e que o caso seria analisado.

No fim da tarde, voltou a circular um áudio sobre o caso. Neste, uma aluna da universidade afirma ter entrado em contato com a Polícia Civil, que teria informado que o suspeito foi preso, mas estaria em uma Unidade Básica de Saúde à base de medicamentos, por apresentar transtorno mental.

Um boletim de ocorrência foi feito pelos alunos da universidade no início desta segunda-feira, 23/9, denunciando o caso. O Barueri na Rede tentou contato com a universidade e com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, mas até o fechamento desta reportagem, não obteve respostas.

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!