terça-feira, agosto 16, 2022
HomeEm destaqueBolsonaro para presidente e Elvis para governador vencem Enquete BnR

Bolsonaro para presidente e Elvis para governador vencem Enquete BnR

por: Redação

Na segunda enquete feita pelo Barueri na Rede entre seus leitores sobre a eleição deste ano, Jair Bolsonaro e Elvis Cézar terminaram em primeiro

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi o mais votado entre os pré-candidatos a presidente da República na enquete promovida pelo Barueri na Rede sobre as eleições de outubro de 2022. Na disputa pelo governo do Estado, quem foi mais citado pelos leitores foi Elvis Cézar (PDT). A enquete durou 48 horas, entre meio-dia de quinta-feira, 21/7, e meio-dia desse sábado, 23/7, pela plataforma do Google. Participaram 2.168 pessoas.

Na disputa presidencial, os eleitores baruerienses se dividiram entre três nomes. Bolsonaro ficou em primeiro com 35,7% dos votos. Lula apareceu em segundo, com 26,9 e Ciro teve 24,7%, ficando em terceiro. Depois aparecem Simone Tebet (2,5%), Pablo Marçal (1,5%) e André Janones (0,9%).

Em votos válidos, o presidente ficou com 36,6%, o petista com 29,5% e Ciro com 26,8%. Não quiseram apontar nenhum deles 7,7% dos participantes, o que significa que 168 pessoas (veja números no quadro, inclusive com os percentuais de votos válidos, descontando-se os que não escolheram ninguém). A disputa presidencial foi a que teve o menor número de não votantes.

Para governador, o resultado trouxe uma surpresa. Elvis César (PDT), ex-prefeito de Santana de Parnaíba, venceu com folga. Ele teve 889 citações, o que representa 41% dos votos totais ou 47,3 dos válidos. Tarcísio Freitas (Republicanos), ligado a Jair Bolsonaro, ficou em segundo, com 454 votos, ou 20,9 % do total e 24,1% dos válidos.

O petista Fernando Haddad aparece em terceiro, com 388 preferências, o que significa 17,9% da votação total e 20,6% dos válidos. O governador Rodrigo Garcia recebeu 149 citações, ou 6,9% dos votantes e 7,9 dos válidos. Não quiseram optar por nenhum dos nomes 288 leitores (13,3%).

O BnR esclarece que a enquete não tem valor de pesquisa e trata-se exclusivamente de um exercício para medir as intenções de voto de seus leitores. Para realizar a amostragem, não foram seguidos os critérios técnicos exigidos para as pesquisas oficiais e o trabalho não foi registrado na Justiça Eleitoral.

A consulta foi focada nos leitores do portal e restrita a quem tem conta Gmail, portanto, dirige-se a um público específico. Segundo a legislação, esse tipo de amostragem só pode ser divulgado até 15 de agosto. 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!