domingo, junho 23, 2024
anuncio
HomeCidadeBarueri registra aumento de 76% nos casos de varíola dos macacos em...

Barueri registra aumento de 76% nos casos de varíola dos macacos em cinco dias

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Município está atrás de Osasco e à frente de Carapicuíba no número de pacientes que testaram positivo para a doença. Estado já registra dois bebês infectados 

São Paulo tem visto os números de pessoas com varíola dos macacos, a Monkeypox, aumentarem. No último boletim da Secretaria Estadual de Saúde, divulgado na segunda-feira, 23/8, o estado contabilizou 2.506 registros. Em Barueri, os casos saltaram de 13 para 23 em cinco dias, um crescimento de 76%.

Esse número coloca Barueri atrás de Osasco e à frente de Carapicuíba entre os municípios da região, com 43 e 20 casos respectivamente. Itapevi contabilizou 15 pessoas contaminadas; Jandira, seis; e Santana de Parnaíba, quatro. Na capital paulista já houve a confirmação de pelo menos dois bebês com o vírus, um deles de dez meses. Segundo informações, ele apresentou febre e feridas pelo corpo, mas está em isolamento o tem o estado de saúde geral considerado bom.

Ações para controlar contágios

O governo do estado está em alerta diante do surto de pessoas contaminadas. No hospital Emílio Ribas, 60 enfermeiros estão sendo treinados para realizar testes em pacientes que apresentem sintomas da Monkeypox, que vão desde febre, bolhas e lesões pelo corpo, caroço no pescoço, axila e virilhas a dores musculares.

Apesar do alto grau de contágio, que é feito em contato direto com as lesões e por meio de relações sexuais, a prevenção tem sido apontada pelas autoridades da saúde como a melhor forma de frear o crescimento de pacientes infectados.

Até o momento, a doença fez resultou em uma morte no Brasil, um homem com comorbidade. Apesar da baixa letalidade, a varíola dos macacos – que não tem origem entre as espécies primatas – costuma causar dor e desconforto e precisa de isolamento do paciente. O uso de máscaras e higienização das mãos são apontadas como boas formas de prevenção.

Cerca de 50 mil doses da vacina contra a varíola dos macacos devem chegar ao Brasil a partir de setembro, mas o governo federal vai priorizar profissionais de saúde, conforme afirmou o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, nesta segunda-feira, 22/8, em entrevista.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!