domingo, junho 16, 2024
anuncio
HomeCidadeA cada semana, mais de 900 horas-aula deixam de ser dadas nas...

A cada semana, mais de 900 horas-aula deixam de ser dadas nas escolas de Barueri

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Professores afastados da sala de aula para exercer atividades administrativas e docentes que adoecem ou se aposentam não estão sendo substituídos

Estudo realizado pela Comissão dos Funcionários Públicos de Barueri a partir de dados da secretaria municipal de Educação concluiu que toda semana deixam de ser dadas mais de 900 horas-aula nas escolas da cidade. A situação, além de causar danos na formação básica dos estudantes, também põe em risco os próprios vencimentos dos professores.

A maior parte das aulas não dadas refere-se a docentes que foram tirados da sala de aula para exercer funções administrativas na gestão. De acordo com professores ouvidos pelo Barueri na Rede, isso é resultado da falta de organização da secretaria, pois a pasta sabe previamente que professores deixarão de dar aulas e poderia substituí-los antes mesmo do afastamento. Há também casos de docentes que se aposentaram ou estão em licença médica e que não estão sendo substituídos.

“É muito raro a gente ter aulas regulares durante o ano todo”, conta um aluno do nono ano. “Sempre tem alguma matéria que fica semanas, até meses, sem ser dada.” Há registro de casos de classes que ficaram  mais de um ano sem professor em determinada disciplina.

Essa carência vai acarretar danos permanentes para os alunos, já que os currículos escolares básicos não são cumpridos. Eles estarão em desvantagem em concursos públicos e em provas de ingresso em escolas que exigem vestibulinho, por exemplo. “São perdas pedagógicas irreparáveis que o jovem pode levar para o resto da vida”, explica um professor.

Além dos danos aos estudantes falta de aulas atinge também os vencimentos dos professores. Com a queda do desempenho, os alunos obtém notas mais baixas na prova externa, que todo ano avalia o nível de aprendizado a partir das matérias previstas no currículo. Se os estudantes têm nota baixa, isso reduz o valor do bônus a que os profissionais da educação têm direito no fim do ano.

Documento divulgado nas redes sociais pela comissão cobra a realização de concursos públicos para suprir a falta de professores na rede municipal e de servidores para ocupar as funções administrativas do sistema. Em julho, houve um processo seletivo para cobrir parte da carência de docentes, mas até agora eles não foram alocados para as escolas.

O Barueri na Rede enviou à gestão municipal, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), e-mail pedindo esclarecimentos sobre o assunto. Também perguntou se há alguma ação prevista para resolver o problema. Até o momento da publicação desta reportagem, não obteve resposta.

Postagens Relacionadas

11 Comentários

  1. Meu filho está sem professor de geografia desde o início do ano na EMEIF DORIVAL FARIA. Como já não bastasse a pandemia ter causado esse enorme prejuízo para as crianças, essa gestão displicente vem para dar continuidade.

  2. Meu filho está na segunda série e desde o começo do ano já mudou de professora três vezes e a última toda semana está de licença médica, pelo menos dois a três dias da semana, segunda e terça feira vou buscá-lo sempre em outra sala, por conta disso ele não trás deveres pra fazer em casa e acaba se prejudicando em relação a outros alunos da mesma fase, pelo visto a prefeitura só se importa com a rede FIEB.

  3. Por gentileza façam uma visita na escola Sidney Santucci,na estrada Fernando nobre, para ver o que e abandono, salas com piso solto, paredes sujas, teto caindo, sem funcionários, e não adianta reclamar,pois o prefeito apenas se preocupa em gastar dinheiro com o teatro

  4. Passei no concurso PEB 2 matemática em 2018, desde de então foram chamados menos de 40 professores desta área. Para contrato foram chamados várias vezes esse valor no mesmo período. E para diminuir a necessidade contratam professores “eventual “, conhecido como cadampe, ou seja, convocar professores do concurso não está sendo o foco.

  5. Então, tem concurso em andamento é só eles chamarem,inclusive eu estou esperando ser chamada a situação é facil de revólver e só querer.

  6. Minha filha estuda na escola onofra dá Silva raramente ela tem todas as aulas no dia sempre falta um professor porque está doente ou afastado ou seu lá oque é não tem substituto af é fogo e quem vai ser prejudicados os alunos óbvio.

  7. Estou bastante preocupada com as escolas de Barueri. O Maternal do parque Viana está sem professores; Os professores que entram na educação infantil ficam no máximo 3 meses. E a direção não comunicam os pais sobre a desistência das professoras. Na sala do meu filho já passaram 5 professoras. Semana passada na reunião de pais a professora garantiu que continuaria na turma até o final do ano, porém infelizmente para minha surpresa na data de ontem mais uma professora desistiu. O que esta acontecendo com a gestão escolar ???? E inadmissível continuar nesta situação…

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!