terça-feira, maio 17, 2022
HomeCidadeApós invasão a casa e roubo de moto, moradora do Tupã se...

Após invasão a casa e roubo de moto, moradora do Tupã se vê obrigada mudar

por: Redação

Segundo leitora, trio de assaltantes age há pelo menos seis meses invadindo casas e roubando motos. Residências ficam próximas à delegacia do Silveira

Uma série de invasões de casas e roubos no Jardim Tupã e região chegou à residência de uma leitora do Barueri na Rede, na rua Gonçalves Dias, próximo da esquina com a Brasílio Machado. Após ter a moto furtada de dentro de sua garagem, ação flagrada por imagens de câmera de segurança, ela e o marido passaram a se sentir tão inseguros que decidiram se mudar com o filho.

A ação dos ladrões ocorreu na madrugada de 3/5. Segundo mostra um vídeo, por volta das 3h30, três homens em duas motos passaram pela rua e ficaram rondando pelo local, observando o movimento. Em seguida, estacionaram em frente à casa do casal, do lado lado oposto da rua, e iniciaram a ação do roubo. Dois dos homens atravessam e entram na garagem, enquanto o terceiro fica vigiando. Em menos de três minutos, um deles sai com a moto.

“Agora estou com medo de ficar na casa. Só no bairro já foram dez assaltos assim, isso apenas no Jardim Tupã e no Silveira. E eu moro a 600 metros da delegacia.” Segundo a moradora, um vizinho cuja  casa fica a 300 metros do 1° Distrito Policial, no Jardim Audir, teve a moto levada do mesmo modo. “Ele me mandou um vídeo. Quebraram a garagem dele. Foi em novembro de 2021”, contou.

A leitora contou ao BnR que após o roubo, a quadrilha pediu um resgate pela motocicleta, um pagamento de R$ 500 para devolução. “A moto foi comprada depois de vendermos o carro por causa do preço do combustível. Meu marido usava para trabalhar, compramos em dezembro, parcelamos e nem deu tempo de fazermos o seguro”, lamenta. Ela conta que o marido, no desespero para tentar ter a motocicleta de volta, chegou a fazer o pix exigido pelos bandidos. A família fez o boletim de ocorrência sobre o roubo e o golpe do pix.

Mesmo tendo comunicado à polícia os dois crimes, ela não se sente mais segura e decidiu procurar outro lugar para morar. “Estou em desespero, procurando outra casa! Não consigo dormir direito e penso na segurança do meu filho. Eles arrombaram a garagem e entraram na minha casa”, relata, inconformada.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!