quinta-feira, junho 13, 2024
anuncio
HomeCidadeAnimais abandonados preocupam moradores do Chácaras Marco

Animais abandonados preocupam moradores do Chácaras Marco

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Cerca de 15 cães perambulam entre carros pelas ruas e se reproduzem. Vizinhança chegou a pedir ajuda ao Cepad e nas redes sociais

Um grupo de cachorros abandonados e em situação de risco tem preocupado moradores da rua Lapa, no bairro Chácara Marcos. Os animais, cerca de 15, teriam sido abandonados e agora passam os dias andando pelo bairro, eventualmente se envolvendo em brigas e circulando entre carros. Segundo um morador que pediu ajuda por meio de um post nas redes sociais, os animais não seriam castrados e estariam se reproduzindo.

Em uma das publicações, enviada ao BnR por uma leitora, é possível ver alguns cães, que inspiram cuidados. Aparentemente ainda filhotes, eles estão magros e comendo alguma coisa no chão, entre pistas do que parece ser a Estrada dos Romeiros. Todos são sem raça definida, os vira-latas.

Ao Barueri na Rede, a leitora afirmou que foram feitos pedidos de ajuda para ONGs e também para a prefeitura. “Ficaram de verificar. Já faz dias e até agora, nada”, contou. No post divulgado por um morador, ele pede sugestões de como resgatar os cães, que estariam passando fome e teriam a própria segurança em risco, além de poderem causar algum acidente grave.

A publicação foi feita no sábado, 12/3, e no domingo o caso chegou ao conhecimento do BnR, que já na segunda-feira entrou em contato com o Cepad por meio da Secretaria de Comunicação da prefeitura, uma vez que o centro de proteção animal atua no resgate de animais domésticos em situação de risco.

Num primeiro momento, foi informado que o Cepad não tem condições de resgatar todos os animais que perambulam pelas ruas, até porque muitos deles têm donos que os deixam soltos, e outros, ainda, são comunitários. A nota esclarecia que o centro de proteção da prefeitura “resgata quando o animal está ferido, quando está em perigo ou representa risco a pessoas ou a outros animais”.

Na resposta enviada ao BnR, foi lembrada a importância de incentivar a sociedade sobre sua responsabilidade com relação aos animais domésticos e que o município realiza “grandes campanhas de castração gratuitas, mês sim/mês não, quando são disponibilizadas mais de 600 vagas por evento”. Mas nenhuma informação foi dada sobre os quase 15 cães que motivaram a mobilização de alguns moradores do Chácara Marcos.

Diante da insistência do BnR, uma segunda nota garantiu que o Cepad confirmou que recebeu algumas solicitações referentes a este caso, porém, os animais não se enquadravam nos critérios de recolhimento, conforme lei municipal 2753 de 14 de abril de 2020, capítulo ll ART. 4° e que “somente são recolhidos animais de rua doentes, feridos/atropelados, agressores/agressivos, com mordedura comprovada através de Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação)”. Também foi informado que “o veterinário fiscal foi até o local e fez contato com o sr. Édio, que ficou de colaborar com o Cepad, auxiliando no projeto CED (Capturar, Esterilizar e Devolver)”.

 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!