sexta-feira, maio 24, 2024
anuncio
HomeCidadeAinda sem piscinões, Barueri vigia áreas de alagamentos

Ainda sem piscinões, Barueri vigia áreas de alagamentos

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Identificação dos locais permite monitoramento, feito pelo Demutran, com plano emergencial em dias de forte chuva. Piscinões dever ficar prontos em 2023

Enquanto as obras contra enchentes não são concluídas, a prefeitura de Barueri mapeou pontos considerados de risco para alagamentos e enchentes. Identificados como “pontos viciados”, os locais têm recebido monitoramento de equipes do Demutran.

Chamada de Operação Verão, a ação conta com uma equipe de cerca de 50 agentes que, segundo a prefeitura, “atuam com um plano emergencial monitorando as vias públicas mais suscetíveis a enchentes” e quando há risco, agem de forma preventiva.

São pelo menos nove endereços que, historicamente, alagam e causam transtornos para motoristas e pedestres. Parte dos locais fica no Tamboré onde, no fim de 2021, foram iniciadas obras do piscinão, que têm conclusão prevista para 2023.

Na região do Alphaville, os pontos marcados são a avenida Piracema e seu trecho sob a rodovia Castello Branco; a alameda Araguaia (trecho do Tamboré); o cruzamento da alameda Araguaia com a avenida Tucunaré; e a alameda Caiapós.

Na região central de Barueri, onde também está prevista a conclusão de um piscinão para 2023, a avenida Dom Pedro II; a avenida 26 de Março, na altura do número 950; a avenida Henriqueta Mendes Guerra, na altura do número 1.020; a avenida Bariloche; além da avenida José Dias da Silva com a avenida Aníbal Correia, que já foi vítimas de enchentes neste verão, são os pontos considerados de risco.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!