segunda-feira, junho 24, 2024
anuncio
HomeCidadeVazamento de notícia sobre piscinão causa mal-estar

Vazamento de notícia sobre piscinão causa mal-estar

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Projeto de R$ 50 milhões para construção de parque e praia artificial nas Chácaras Marco devia continuar em sigilo

piscinao1
Piscinão de Ramos, no Rio, serve de modelo para obra em Barueri

O vazamento para a imprensa de que a prefeitura de Barueri pretende construir um parque com praia artificial na região das Chácaras Marco causou mal-estar na administração municipal. O projeto ainda está em fase embrionária e a intenção era tornar a ideia pública mais para frente. A notícia foi publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo e replicada por outros veículos de comunicação.

Segundo a reportagem, a prefeitura pretende transformar em parque uma área de proteção ambiental que costumeiramente sofre com invasões. São 170 mil metros quadrados dentro dos quais a administração quer construir um lago cercado por areia nos moldes do famoso piscinão de Ramos, no Rio de Janeiro.

A divulgação da notícia incomodou a gestão Rubens Furlan porque o projeto está orçado em R$ 50 milhões. Assessores do prefeito avaliam que este não é um bom momento para tornar público um gasto tão alto quando a popularidade de Furlan está em queda, como apontam pesquisas de opinião. O prefeito tem sido criticado por problemas como falta de material e uniforme escolar e o prolongamento da novela da posse da nova gestão no Hospital Municipal, concluída apenas agora, com quase sete meses de governo, e ainda com muitos problemas.

Também causaram desconforto os comentários contrários à decisão de batizar o futuro parque com o nome do pai do prefeito, Antônio Furlan, segundo relato da reportagem. Recentemente, a Câmara Municipal já aprovou projeto para dar a um viaduto ainda em construção no Alphaville o mesmo nome.

Outro aspecto que chamou a atenção foi o curto prazo para realização da obra. De acordo com o Estadão, a inauguração do piscinão será em maio de 2018, daqui a dez meses, junto com o museu da água, que também fará parte do parque.

A construção dos chamados piscinões foi patenteada pela DT Engenharia, o que dispensaria a realização de licitação pública. A empresa já propôs em outras oportunidades, também durante governos de Rubens Furlan, fazer a obra em Barueri, mas as negociações não avançaram.

O Barueri na Rede ouviu assessores ligados diretamente ao prefeito que confirmaram a intenção de Furlan de construir a praia. A Secretaria de Comunicação, no entanto, não respondeu ao pedido de explicações do site. Na reportagem do Estado, o presidente da DT Engenharia, João Carlos Gomes de Oliveira, dá a obra como certa.

Postagens Relacionadas

1 Comentário

  1. Crítica, em vez de gastar dinheiro com obras quem não irá agregar a nada , com esse valor daria creio eu para fazer um mega hospital, ou mais habitação ,ou mais faculdade , melhorar mais a área da saúde ,como mais equipamentos para exames tanto clinico como dentário,em fim trabalho tem ……

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!