sexta-feira, maio 24, 2024
anuncio
HomeCidadeVacinação contra H1N1 será retomada na segunda-feira

Vacinação contra H1N1 será retomada na segunda-feira

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Segundo prefeitura e Estado, número de doses foi baseado nos anos anteriores mas procura superou as expectativas e lotes acabaram antes da hora

As Unidades Básicas de Saúde de Barueri (UBS) retomam na segunda-feira, dia 18/4, a vacinação contra a gripe H1N1. Nessa segunda etapa, além de crianças, gestantes e idosos, que começaram a ser vacinados esta semana, também serão imunizados os demais grupos de risco (veja lista abaixo).

Na primeira etapa, iniciada segunda-feira passada, dia 11, as vacinas acabaram rapidamente nas UBS e a vacinação teve de ser interrompida. A Secretaria Estadual da Saúde, responsável pela distribuição dos lotes, disse que apenas repassa o que é enviado pelo Ministério da Saúde e que transferiu para seus escritórios regionais número suficiente de doses.

vacina2xNo caso de Barueri, as vacinas foram enviadas para a Divisão Regional de Saúde de Osasco (DIR-5), responsável pela região, que repassou as doses para as cidades vizinhas. Em resposta ao Barueri na Rede, a secretaria estadual afirma: “A quantidade entregue até o momento ao município de Barueri é suficiente para o início da campanha, sendo que desde o dia 31 de março a pasta entregou 353 mil doses e uma nova remessa com 150 mil doses foi entregue hoje, 14 de abril (para o DIR-5, Osasco)”.

A prefeitura de Barueri confirma ter recebido o volume previsto, mas alega que este ano, por causa do noticiário, o número de pessoas que se apresentou para a vacinação foi superior ao esperado. Por isso, muita gente ficou sem ser imunizada. Um exemplo foi o Parque Imperial, onde a procura foi tão grande que as vacinas terminaram na própria segunda-feira.

Ao Barueri na Rede, a prefeitura disse: “Por conta das notícias sobre o avanço da H1N1 no Estado, a procura na primeira semana foi muito maior que nos anos anteriores. O planejamento, baseado em anos anteriores, não levou em conta essa questão, que está muito mais ligada à percepção e ao clamor populares do que a ‘planejamentos de planilha’”.

[sam_ad id=”12″ codes=”true”]

 

A prefeitura diz ainda que recebeu as nova cargas nesta sexta-feira, 15/4, mas que só retomará a campanha na segunda. “A Secretaria de Saúde (do município) já recebeu hoje os lotes, mas por conta da logística de distribuição (são 19 unidades), a garantia é que a aplicação seja feita a partir de segunda-feira”. Tanto Estado quanto município, no entanto, afirmam que ninguém ficará sem receber a imunização.

A vacinação contra a H1N1, que começa em todo o Brasil no dia 30 de abril, foi antecipada na Grande São Paulo porque esta é a região que concentra o maior número de casos tanto da doença quanto de mortes.

Segunda etapa

A partir de segunda-feira serão imunizadas nas UBSs pessoas que fazem parte dos demais grupos de risco. Quem se trata de doença crônica deve levar receita ou laudo médico que demonstrem sua condição. Quem não faz parte dos grupos não tem direito de tomar a vacina gratuitamente na rede pública de saúde. A solução é procurar uma clínica particular, onde a dose custa entre R$ 43 e R$ 200.

Os grupos de risco são: maiores de 60 anos, diabéticos, pacientes de doença cardiovascular crônica, obesos, pessoas com imunodeficiência ou imunodepressão, pacientes de doença neurológica crônica, pacientes renais crônicos, gestantes, pacientes de doença hepática crônica, crianças de até cinco anos de idade, pessoas com Síndrome de Down e mulheres no puerpério (até 45 dias do parto), indígenas e detentos e funcionários do sistema prisional.

 

Notícias relacionadas:

Vacina acaba em Barueri e provoca incerteza

Veja o calendário de vacinação contra a gripe H1N1 em Barueri

Vacinação para gripe H1N1 é antecipada

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!