segunda-feira, junho 24, 2024
anuncio
HomeCidadeTransferência de diretora comove alunos do Maria Meduneckas

Transferência de diretora comove alunos do Maria Meduneckas

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Inconformados com a saída da equipe de gestão, pais protestaram e pedem a permanência da diretora

cartaz-diretora2-1
Ao saber da transferência da diretora, alunos fizeram cartazes e se manifestaram contra a decisão/Fotos: Arquivo pessoal

A notícia de que a diretora Márcia Maria Pereira deixaria a gestão do complexo educacional Maria Meduneckas, no Jardim Silveira, para gerir outra instituição de ensino de Barueri, abalou pais e alunos. Entre o sentimento de revolta e tristeza, a surpresa com a decisão da secretaria de Educação levou a reuniões, reivindicações e intensa mobilização para que Márcia Maria continuasse onde estava.

O que motivou pais e alunos, que já na quinta-feira da semana passada, 16/3, haviam feito reuniões e pediram a reconsideração da decisão, é o excelente resultado alcançado pela escola nos últimos cinco anos em medidores da qualidade de ensino. Márcia Maria Pereira, 40 anos, graduada em pedagogia e educação física e pós-graduada em psicopedagogia, gestão pública e direito educacional, foi responsável por trazer excelência ao Maria Meduneckas.

Segundo uma representante de uma comissão de pais – que preferiu não se identificar -, a transferência colocará em risco tudo que foi conquistado até agora. “Se é uma escola que serve de exemplo, não tem que tirar daqui o que está dando certo, e sim, compartilhando com outras escolas”, afirma.

alunos-e-direcao-1
Pais e alunos se reuniram para ouvir, e se pronunciar, sobre decisão de transferência da equipe de gestão

Destaque na Khan Academy, maior plataforma de ensino online de matemática no mundo, a escola Maria Meduneckas obteve nota 6,7 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2015 – uma média superior às escolas públicas do Estado e do Brasil.

Segundo a representante dos pais e alunos, a equipe de Márcia Maria faz a diferença na comunidade e trabalha com afinco e sucesso na inclusão de crianças com deficiência. “Tirar toda a gestão e desestruturar a escola é como mexer em time que está ganhando”, resume.

cartaz-diretora-1
Cartaz feito por alunos do Meduneckas

Procurada pelo Barueri na Rede, a Secretaria de Educação, por meio da Secom, afirmou que, “considerando a grande competência e vasta experiência da diretora Márcia Maria Pereira, que tem prestado um ótimo trabalho à frente da Emef Maria Meduneckas, a Secretaria de Educação fez uma proposta, que foi prontamente aceita pela diretora, para um novo desafio: dirigir e melhorar o padrão de ensino na Emef Margarida Maciel (Vale do Sol), implantando projetos de inclusão digital, laboratórios de informática, entre outros”.

A nota ainda completa que “uma profissional com o mesmo potencial e experiência assumirá a direção da Meduneckas, que contará com o acompanhamento da Supervisão da Secretaria de Educação com o objetivo de manter e até mesmo melhorar o padrão de ensino na escola”.

Lisonjeada, mas com sensação de missão cumprida

marcia-pereira-1
Márcia Maria levou escola ao nível de excelência em Barueri

Na tarde de sábado, 18/3, já na nova escola, na Emef Margarida Maciel, Márcia Maria falou sobre as reações dos pais e alunos sobre sua saída da Maria Meduneckas. “Eu entendo o lado da comunidade, mas expliquei para os pais que, sendo servidores, podemos ser remanejados para outras repartições e que essa era também uma oportunidade de ajudar outros estudantes”, esclareceu.

Sobre a transferência dela, e de toda a equipe, a diretora reconheceu a aceitação do convite. “Aceitei porque acredito que o mesmo trabalho que foi desenvolvido lá (Maria Meduneckas) pode e deve ser levado para outros alunos, em outros bairros”, afirmou.

Com vários projetos para serem aplicados na nova escola, a diretora ressaltou que também aprendeu muito com as alunos e com toda a sociedade do Jardim Silveira nesses cinco anos à frente do complexo Meduneckas. Para ela, agora, com a missão cumprida, é a hora de levar essa experiência bem sucedida para outros alunos. “Iniciamos um trabalho em 2013, eu e minha equipe, acreditando que poderíamos fazer a diferença na educação. Foi minha primeira experiência como gestora de uma escola”, lembra.

Para essa nova jornada, Márcia Maria está otimista e afirmou já ter vários projetos prontos para ser implementados. “Cumprimos a nossa missão nesse bairro e agora vamos começar uma nova nessa escola”, declarou entre entusiasmada com o novo desafio e lisonjeada com a comoção causada pela saída do Medenuckas.

A Secretaria de Educação afirmou, por meio de nota, que “o novo nome e a equipe especial ainda estão sendo confirmados e serão anunciados já no início da semana”.

 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!