terça-feira, abril 23, 2024
anuncio
HomeRegiãoSuspeito de matar a filha de 9 anos em Carapicuíba é preso...

Suspeito de matar a filha de 9 anos em Carapicuíba é preso em Santos

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Segundo a polícia, ele não prestou depoimento e apenas perguntou sobre sua motocicleta, que foi localizada e apreendida em um supermercado em Cotia

Foi preso na terça-feira, 19/3, na rodoviária de Santos, Gilberto Alves Cardoso, suspeito de ter matado a filha de 9 anos asfixiada, em Carapicuíba. Ele estava foragido desde que a criança foi encontrada morta dentro de casa.

Foi cumprido o mandado de prisão temporária e na delegacia Gilberto não prestou depoimento sobre o crime. Conforme o boletim de ocorrência, ele apenas perguntou sobre a sua motocicleta, que foi localizada e apreendida em um supermercado em Cotia.

Luiza Marques Cardoso foi encontrada morta na cama do quarto dela, na casa em que vivia com o pai, em uma área rural de Carapicuíba. Ela não apresentava sinais de violência e, conforme laudo técnico, o médico legista aponta que a morte foi causada por asfixia mecânica.

O irmão de Gilberto, que mora no mesmo terreno que ele, disse à Polícia Civil que na manhã de segunda-feira, 18/3, viu a perua escolar chamando por Luiza, que não respondia, e que então entrou na casa e se deparou com a sobrinha já morta.

O irmão disse ainda que saiu para trabalhar às 6 horas e a moto de Gilberto já não estava na garagem. Segundo ele, os dois conversaram até as 9 horas pelo WhatsApp, quando Gilberto passou a dizer coisas que sugeriam provável suicídio, mas em nenhum momento deixou transparecer que pudesse ter feito algo contra a filha.

A mãe da menina e ex-esposa do suspeito, disse que eles foram casados por nove anos e que rompeu o relacionamento oficialmente havia oito meses. Desde entçao, a guarda da criança era compartilhada. ficando uma semana com cada um.

A mulher informou que, na noite anterior ao crime, contou ao ex por conversa pelo WhatsApp que estava em uma nova relação. Segundo ela, Gilberto teria reagido normalmente, dizendo que eles estavam em paz e a vida seguiria. Na manhã de terça-feira, ele mandou uma nova mensagem à ex: “Prometi para pituca (apelido da filha) que vamos nos encontrar lá no céu”.

Ela contou aos policiais que o homem nunca teve tendência suicida ou violenta, mas que tomava medicamentos controlados.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!