sábado, julho 2, 2022
spot_img
HomeRegiãoRota mata homem que teria provocado chacinas

Rota mata homem que teria provocado chacinas

por: Redação

Ele era suspeito de ter participado do assassinato de um cabo da PM, crime que teria desencadeado chacinas em Barueri e Osasco

Policiais das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota), departamento de elite da PM de São Paulo, mataram nesta segunda-feira, 29/2, Thiago Santos de Almeida, 26 anos. Ele estava foragido por ser um dos suspeitos de ter assassinado o cabo PM Ademilson Pereira de Oliveira.

A morte do policial militar é apontada como a principal causa da série de execuções ocorridas em Barueri e Osasco no ano passado. A onda de mortes, considerada a maior da história do estado de São Paulo, deixou um saldo de 19 mortos e cinco feridos em agosto de 2015 e resultou na prisão, entre vários PMS, de um supervisor do Grupo de Intervenções Táticas e Estratégicas (Gite), destacamento especial da Guarda Civil de Barueri.

Rota
Foragido, e suspeito de ter assassinado PM, foi morto pela Rota em troca de tiros/Foto: Divulgação

A Rota teria recebido denúncia anônima dando conta do paradeiro de Thiago Santos. Segundo informações, quando os policiais foram ao local indicado pela denúncia, uma favela no Jardim Padroeira, bairro de Osasco, o suspeito atirou contra os policiais enquanto tentava fugir pulando o muro de casas vizinhas ao esconderijo onde estava.

Na troca de tiros, ele foi ferido e, levado ao hospital não resistiu aos ferimentos. As armas dos policiais envolvidos na troca de tiros foram encaminhadas para a perícia e as investigações procuram por câmeras de vídeo que possam validar ou não a versão dos policiais.

Atualmente, entre os oito acusados de participar das chacinas – sete PMs e um GCM – continuam presos o agente do Gite de Barueri e outros três PMs, atendendo determinação da justiça comum. Os demais policiais estão em liberdade por decisão da Justiça Militar, aguardando o fim das investigações.

Notícias relacionadas:

Chacinas: Justiça Militar decide liberar PMs. GCM continua preso

Justiça aceita denúncia contra 3 PMs e um GCM de Barueri por chacinas

Justiça decreta prisão de 4 denunciados por chacinas

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!