quarta-feira, agosto 10, 2022
HomeCidadePrefeitura explica transtornos com transporte de estudantes

Prefeitura explica transtornos com transporte de estudantes

por: Redação

Gestão respondeu a questionamentos de pais sobre falta de ônibus em várias escolas no primeiro dia de aula do ano, mas não explicou a razão dos problemas

A prefeitura de Barueri forneceu explicações sobre os problemas ocorridos com transporte de estudantes na segunda-feira, 7/2, primeiro dia de aulas do ano letivo. Sem falar sobre as razões dos problemas, a administração municipal admitiu parte das queixas dos familiares, negou outras e garantiu que tudo será normalizado rapidamente.

Depois de publicar a reportagem mostrando a situação caótica provocada no Jardim Maria Helena por causa da falta de ônibus para levar os estudantes da Emef Francisco Zacarioto para a Emef Alfredo do Carmo, no Belval, dezenas de pais e mães procuraram o Barueri na Rede para relatar problemas semelhantes em outras unidades escolares.

O BnR, então, encaminhou os questionamentos à prefeitura.

Nos casos da Emef Jorge Augusto de Camargo e da Emei Takeshi Takau, a prefeitura garantiu que o transporte será normalizado a partir desta terça-feira. Foi a mesma informação passada aos pais de Emef Francisco Zacarioto.

Mães da Emei Décio Trujillo também se queixaram da falta de transporte. Segundo a administração municipal, no caso das Emeis, os alunos da primeira fase ainda estão em período de adaptação e, por isso, o transporte escolar é garantido sempre a partir da segunda semana.

Também houve reclamação de familiares de alunos da Emef Lênio Vieira de Moraes. A prefeitura negou. “Não é verdade, os ônibus prestaram serviço normalmente, cumprindo todo o itinerário desta unidade escolar”, afirmou.

Na Emef Mario Joaquim Escobar de Andrade, cujos estudantes estão sendo transferidos para a Emef Renato Rosa, os pais afirmaram ter recebido a promessa num primeiro momento de que haveria transporte escolar público, mas que depois foram informados de última hora de que não seria mais fornecido. De acordo com a prefeitura, o transporte para estes alunos já está sendo providenciado, sem detalhar quando isso acontecerá.

Outras reclamações partiram da Emef Prof. José Domingos da Silveira. Relatos de pais afirmam que as aulas voltaram com a escola ainda em reforma, e com os banheiros interditados em razão das obras. A gestão respondeu que a obra já está em fase final e afirmou que os banheiros estão funcionando normalmente.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!