terça-feira, agosto 16, 2022
HomeRegiãoPolícia prende suspeito de ser mandante de assassinato de menina de seis...

Polícia prende suspeito de ser mandante de assassinato de menina de seis anos

por: Redação

Crime ocorreu na noite de sexta-feira em Carapicuíba. Pai e filha estavam dentro de carro estacionado quando homem se aproximou e disparou 14 tiros 

A polícia prendeu na segunda-feira, 1º/7, o suspeito de ser o mandante do crime que terminou com a morte de uma menina de seis anos em Carapicuíba. Na noite de sexta-feira, por volta das 22h30, Evandro Mingorance parou o carro para deixar a filha, Helena, na casa da mãe, na rua Gaspar Silva, no Ariston.

Enquanto se despediam, um Corsa prata estacionou pouco diante deles. Do carro, desceu um homem que dirigiu-se ao automóvel onde estavam pai e filha e disparou ao menos 14 vezes. As imagens foram gravadas por uma câmera de segurança.

Evandro foi socorrido e levado ao Pronto-Socorro Central de Barueri (Sameb), onde passou por cirurgias e sobreviveu. Helena, atingida quatro vezes, na cabeça, perna e braço, morreu durante o transporte para um hospital.

As investigações policiais, que incluíram imagens de outra câmera e o depoimento do pai da criança levaram a um homem, identificado como Gustavo, de 25 anos de idade. Ele devia R$ 65 mil que havia pego emprestado de Evandro e estava com dificuldade para pagar. Desde o início, a polícia considerava que a principal suspeita para o crime era de execução.

Gustavo negou as acusações e defendeu-se usando como álibi a informação de que não estava em Carapicuíba naquela noite, Testemunhas, no entanto, disseram que o viram num local próximo, bastante alterado. Segundo afirmou o delegado Marcelo José do Prado, ele teria sido visto por uma testemunha dando tiros para cima pouco tempo depois do crime. A um amigo, Gustavo teria dito que havia cometido uma grande besteira e que pretendia fugir para o Paraguai.

Contra Gustavo pesam acusações de prática de outros crime, como roubo a mão armada. Ele teve prisão temporária decretada por 30 dias. Agora, a polícia busca identificar e localizar o atirador e o motorista do Corsa que o levou até o local do assassinato.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!