terça-feira, maio 28, 2024
anuncio
HomeCidadePolícia do Rio prende no Alphaville suspeitos de negociar armas furtadas do...

Polícia do Rio prende no Alphaville suspeitos de negociar armas furtadas do Arsenal

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Dois homens foram detidos atendendo a mandados de prisão. Eles participariam de esquema de venda de armas para o Comando Vermelho 

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na noite de quinta-feira, 11/4, num condomínio do Alphaville, na área de Santana de Parnaíba, dois suspeitos de participar de negociações para a venda de metralhadoras furtadas do Arsenal de Guerra em Barueri em setembro passado.

De acordo com as investigações da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), Jesser Marques Fidelix e Márcio André Geber Boaventura Junior trabalhariam diretamente na negociação ilegal de armas, inclusive as do Exército, que teriam sido oferecidas para o Comando Vermelho (CV), no Rio. A polícia chegou aos dois a partir de vídeos nas redes sociais em que a dupla estaria negociando o armamento.

Na sexta-feira, 12/4, os policiais cumpriram mais nove mandados de busca e apreensão em São Paulo e no Rio contra pessoas ligadas aos dois. Todos são suspeitos de atuar na receptação e clonagem de veículos roubados para usar em troca de armas.

Em setembro do ano passado, 21 metralhadoras desapareceram do Arsenal. Até o momento, 19 foram recuperadas no Rio e em São Paulo e duas ainda são procuradas. Investigação do caso pelo Exército concluiu pelo indiciamento de quatro militares e quatro civis por furto, peculato, receptação e extravio de armas.

Dois dos quatro militares aguardam o prosseguimento do inquérito presos, e dois em liberdade. Se forem condenados, poderão receber penas de até 50 anos de prisão.

 

Tensão Financeira e Desafios Estratégicos: Líderes Militares Alertam para a Necessidade de Investimento em Defesa

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!