sábado, dezembro 2, 2023
HomeDestaquesPetrolina vence clássico com o Ganga e assume a liderança

Petrolina vence clássico com o Ganga e assume a liderança

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Na reedição da final de 2016, rubro-negro do Mutinga fez 3 a 1 no campeão e toma primeira colocação

petroescanteio
Petrolina esteve melhor no clássico, teve as melhores oportunidades e mereceu a vitória

O Petrolina levou a melhor no clássico contra o Ganga, que reeditou a final do ano passado. Ao vencer a revanche por 3 a 1 na quarta rodada, o time do Mutinga assumiu a liderança isolada do Campeonato Municipal de Futebol com 10 pontos e quebrou os 100% de aproveitamento do adversário.

O Vila do Sapo também poderia ter alcançado o primeiro lugar, mas cedeu o empate para para o ABC Califórnia e se manteve na terceira posição. Sapão e Petrolina são os dois únicos invictos da competição. Completa o quarteto do alto da tabela o Argentinos Jrs., que bateu o GR Olga por 3 a 2. Neste jogo, chamou a atenção o Olga ter perdido dois pênaltis já no fim do jogo.

Na próxima rodada, o líder Petrolina enfrenta o Classe A no campo do Maria Helena, enquanto tem o clássico Vila do Sapo x Ganga no CT da Vila Porto (veja a tabela da quinta rodada e a classificação mais abaixo).

Petrolina 3 x 1 Ganga

Na reedição da final de 2016, o vice-campeão Petrolina quebrou os 100% de aproveitamento do Ganga. Como era esperado, foi um jogo de muita vontade, jogadas ríspidas e muita reclamação dos dois bancos de reservas. Ao final, o rubro-negro voltou para o Mutinga com a vitória por 3 a 1 e a liderança isolada e invicta do campeonato.

O Petrolina foi a campo com a proposta de sufocar o meio de campo adversário e manter a posse de bola no ataque. Esse tipo de jogo não costuma assustar o Ganga, que sabe chamar o adversário e sair em contra-ataques rápidos. Mas nesse duelo de estratégias, o rubro-negro se saiu melhor.

petrobolo
Como esperado, clássico teve muita marcação de lado a lado

O primeiro tempo foi todo do time do Mutinga, que não deixou o verde-preto jogar. O Ganga teve apenas uma jogada de perigo, nos pés de Willi, que chutou para fora com perigo. No mais, só deu Petrolina. Aos 8, o Guilherme rubro-negro tirou do goleiro Diego com um toque sutil, mas a bola bateu na trave. Aos 19, Guilherme e Dedé tabelaram dentro da área mas Diego salvou.

Finalmente aos 30, o gol saiu, numa triangulação de Geninho com Guilherme pela esquerda que envolveu a zaga do Ganga e terminou nos pé de Dedé, debaixo da trave para empurrar e fazer 1 a 0. O Ganga tentava mudar o panorama do jogo. O zagueiro Guilherme voltou a se deslocar para a meia para tentar dar mais poder ofensivo ao time. Mas aos 37, uma falta da intermediária cobrada por cima da defesa gangueira encontrou Geninho desmarcado para tocar colocado de cabeça e ampliar para 2 a 0.

logo-dechatlot003

O segundo tempo começou com um gol do Ganga no primeiro minuto. Gui aproveitou uma soltura de bola do goleiro Léo e diminuiu o marcador, reabrindo o cenário do clássico. O Ganga ganhou novo ânimo e equilibrou a partida. Mas o que se viu dali em diante foi um jogo muito disputado, onde sobrou vontade e em certos momentos, até violência, mas faltou técnica.

petrodede
Dedé, com dois gols e grande atuação, ganhou o prêmio Barueri na Rede/Decathlon

Até que aos 28 minutos, uma falta batida da esquerda por Geninho, a meia altura, enganou a defesa do Ganga e foi parar nos pés de Dedé, que marcou outra vez. A partir daí, o que se viu foi a tentativa desesperada do verde-preto para chegar ao segundo gol e voltar a ter chance no jogo. Mas a defesa do Petrolina suportou bem a pressão e não permitiu a reação adversária.

Premio Barueri na Rede/Decathlon

O gol que garantiu a vitória ao rubro-negro coroou a atuação do atacante do Petrolina, que foi incansável durante todo o jogo, tanto nas deslocações ofensivas, atormentando a zaga adversária, como ajudando na marcação no meio do campo. Pelos dois gols e pela sua atuação, Dedé foi escolhido para ganhar o prêmio Barueri na Rede/Decathlon da rodada e levar, como prêmio, um par de chuteiras.

 

Vila do Sapo 1 X 1 ABC Califórnia

lance-3
Sapão perdeu oportunidade de matar o jogo e acabou amargando o empate/Fotos: Mário Trujillo

O Vila do Sapo perdeu a oportunidade de dividir a liderança do campeonato ao lado do Petrolina ao empatar com o ABC Califórnia por 1 a 1, na tarde deste domingo, 3/6, no campo do CT da VIla Porto. O time do Engenho Novo abriu o placar logo no início, desperdiçou vários contra-ataques, sofreu o empate no final da partida e ainda viu seu goleiro Léo evitar a virada.

O jogo começou truncado, mas com o Sapão buscando mais o ataque. O primeiro lance de perigo real aconteceu apenas aos dez minutos, e foi exatamente quando foi aberta a contagem. O meia Fernando fez excelente cruzamento da meia direita que achou o atacante Rafael. Ele finalizou de cabeça longe do alcance do goleiro Jeh.

Com o placar adverso, o time de azul partiu para o ataque, sem no entanto conseguir acionar o avante Tanque. O jogo se concentrava nas intermediárias e as defesas impediam qualquer chance de gol de ambas as equipes.

lance-5
No segundo tempo, o ABC se soltou mais para buscar o empate e pressionou até conseguir seu gol

Na volta o intervalo, o time do ABC voltou mais leve, com Maraca no lugar de Luizinho, e abriu completamente o jogo em busca do empate, proporcionando ao Vila do Sapo vários contra-ataques não aproveitados.

Na metade da segunda etapa, a equipe do Califórnia fez várias alterações, colocando atletas mais descansados e passou a pressionar a área adversária, que sentia o esgotamento tomar conta do time, que não tinha atletas no banco de reservas.

E foi assim que o ABC empatou aos 30, com Dudi aproveitando jogada da esquerda e pegando Léo no contra pé. Com a partida empatada, o time celeste foi para cima e só não virou por que Léo, aos 32, em cabeçada de Dudi e a trave, em chute de fora da área de Rael, aos 34, impediram.

4a-rodada

 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!