terça-feira, junho 28, 2022
spot_img
HomeEsporteOeste FC quer mudar para Barueri em 2017

Oeste FC quer mudar para Barueri em 2017

por: Redação

Clube de Itápolis, que jogou quase toda a Série B do Brasileirão deste ano na Arena Barueri,  trabalha para transferir a sede para cá

oestebahia2
O Oeste empatou com o Bahia por 1 a 1 no sábado e manteve-se afastado da zona de rebaixamento/Foto: Divulgação EC Bahia

O Oeste FC de Itápolis pode mudar sua sede para Barueri no ano que vem. O clube vem avaliando as dificuldades que tem enfrentado para se manter no interior e as condições para a mudança. Segundo Aparecido Freitas, o Cidão, diretor da agremiação, a decisão deve sair nos próximos dias.

“Estamos conversando, há alguns acertos para serem feitos, mas acredito que estaremos aqui em 2017”, afirmou o dirigente ao fim do jogo em que o Oeste empatou em 1 a 1 com o Bahia, no sábado, na Arena Barueri. “É o nosso desejo.”

Há dois anos, o Oeste firmou uma parceria com o Audax, de Osasco, que inclui cessão de jogadores, utilização de estrutura e estádio e compartilhamento de quadro de funcionários. De lá para cá, o clube teve problemas para mandar jogos em Itápolis em razão de problemas com o estádio local, que é da prefeitura, e passou a receber seus adversários primeiramente em Osasco, e este ano, na Arena Barueri.

Como os entraves ligados ao estádio não se resolveram e a parceria com o Audax avançou, o time jogou a maior parte de suas partidas pelo Brasileirão da Série B deste ano em Barueri. Isso abriu o caminho para que o clube se transfira definitivamente para cá.

oestefurlan
Furlan assistiu a Oeste x Bahia com o neto, na Arena

A futura gestão municipal, que toma posse em 1º de janeiro, tem interesse na mudança e está disposta a fazer uma parceira de cessão da estrutura, que incluiria o Centro de Treinamento e a liberação da Arena para jogos. Mas Rubens Furlan descarta investir dinheiro público no projeto. “É bom para a cidade ter o clube aqui e estamos avaliando, vamos ver como andam as conversas”, afirmou também no sábado, na Arena, onde foi assistir ao jogo contra o Bahia.

Além de resolver pendências em Itápolis e a resistência da torcida, que não quer perder o clube de quase cem anos de idade, a diretoria do Oeste precisa equacionar questões legais tanto com a Federação Paulista de Futebol (FPF) quanto com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Em 2017, o Oeste vai jogar a Série A2 do Paulistão, pois foi rebaixado este ano. Também espera o fim da Série B do Brasileirão. A seis rodadas do fim, ocupa o 16º lugar, a quatro pontos da linha de rebaixamento. Na terça-feira, joga novamente na Arena, contra a Luverdense, às 19h15.

[sam_ad id=”20″ codes=”true”]

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!