quinta-feira, julho 7, 2022
HomePolíticaFurlan: "redução de gastos com pessoal é urgente"

Furlan: “redução de gastos com pessoal é urgente”

por: Redação

Prefeito eleito reafirma intenção de reduzir custeio da máquina e diz que primeiras medidas sairão já na primeira semana de governo

p1080823
Furlan: corte de gastos e HMB são as prioridades/Fotos: Verônica Falco

Após a cerimônia de diplomação realizada nesta sexta-feira, 9/12, na Câmara Municipal, o prefeito eleito Rubens Furlan reafirmou que dará prioridade à redução de custos em sua gestão desde o inicio. “As despesas com pessoal têm que cair, a máquina está muito pesada”, disse.

Ele evitou tocar no tema demissões, mas garantiu que já na primeira semana de governo serão tomadas medidas para redução de gastos. “Vamos fazer o que tem que ser feito, não vai ter um monte de contratações, vamos reduzir a folha avaliando com critério, e isso não inclui apenas contratados, mas terceirizados também.”

Para Furlan, não há outra forma para enfrentar a crise econômica do país nem o aperto nas receitas municipais. “A crise é nacional e nenhum prefeito pode dizer que vai resolver o problema sozinho, mas eu vou fazer a minha parte”, disse.

O prefeito eleito afirmou que está tudo pronto para o início de seu governo. Os futuros secretários já conversaram com os atuais para fazer a transição entre as administrações. “Está sendo tranquilo, a equipe que vai assumir é composta por pessoas experientes e não vai haver dificuldade.”

Segundo ele, resta apenas um nome para fechar o secretariado. “Só falta Finanças, já tenho um nome, mas ainda não fiz o convite, o que devo fazer nos próximos dias”, afirmou. Furlan, assim, confirma que Geanete Resende da Silva, que comanda a pasta desde 1990, não deve fazer parte de seu futuro governo. “Ela já tinha dado sinais de que pretendia se afastar e então eu preferi optar por outro nome”, disse.

Hospital

O futuro prefeito também confirmou que o Hospital Municipal de Barueri (HMB) é outro ponto que pretende atacar imediatamente. “Em menos de 60 dias ele estará funcionando plenamente, 24 horas por dia, com todos os 304 leitos disponíveis”, afirmou. Segundo Furlan, a fila de espera por cirurgias no HMB tem 1,5 mil pessoas e ele pretende fazer um trabalho intensivo para acabar com ela. “Temos capacidade para fazer 50 operações por dia”, disse. “Além disso, vamos acionar outros hospitais, principalmente os especializados.”

O prefeito também afirmou que o prédio anexo ao hospital vai ser adaptado para tratamentos de quimioterapia e radioterapia. De acordo com ele, já foram orçados os equipamentos necessários. “Hoje, as pessoas têm que ir a outras cidades e esses tratamentos são muito desconfortáveis, provocam náuseas e outras reações e vamos dar mais conforto para esses pacientes.”

Segurança

Furlan também confirmou a escolha da advogada criminalista Regina Mesquita para dirigir a área da Segurança. Ela era casada com o coronel Edson Santos da Silva, que seria o secretário, mas morreu no fim de novembro. Segundo o prefeito, Regina tem longa experiência na área e participou da confecção do projeto elaborado pelo marido para a cidade, bem como da formação da equipe que atuará no comando da pasta.

[sam_ad id=”20″ codes=”true”]

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!