quinta-feira, abril 18, 2024
anuncio
HomeCidadeFuncionários do HMB entram em greve e param Castelo Branco

Funcionários do HMB entram em greve e param Castelo Branco

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Cerca de 70% dos funcionários do HMB que estariam em turno de serviço na manhã desta quinta-feira aderiram à paralisação

hmb-greve-3
Cerca de 70% dos funcionários do turno da manhã se concentraram em frente ao HMB. Fotos: Valter Klenk

Os funcionários do Hospital Municipal de Barueri Dr. Francisco Moran (HMB) entraram em greve na manhã desta quinta-feira, 13/4, em protesto contra a demissão em massa que o Instituto Hygia, atual gestor do hospital, deve iniciar na próxima semana. Cerca de 70% dos trabalhadores do turno que se iniciou no período matinal aderiram ao movimento. Os 30% restantes estão trabalhando para garantir o funcionamento do hospital. Estão em greve os setores administrativo, segurança, hotelaria e de exames de imagens e laboratoriais.

Aproximadamente 150 pessoas se reuniram em frente ao hospital, segundo estimativa da Guarda Civil Municipal (GCM). Depois de realizar o protesto no local, os grevistas caminharam em direção à Secretaria de Educação, onde estão sendo realizadas provas para seleção para preenchimento dos cargos pela nova administradora, a Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM).

Em frente à secretaria, entoaram palavras de ordem e alertaram quem prestava prova que não poderiam ser contratados enquanto durasse o movimento grevista.

castelo
Movimento interrompe tráfego na Castelo

Segundo dirigentes sindicais, a greve é legal e atende ao dispositivo da Lei nº 7.783/89, que determina que serviços essenciais continuem funcionando, o que está garantido pelos 30% de pessoal que trabalham normalmente no turno. “Durante a greve não se pode contratar nem demitir”, afirmou um dos líderes do movimento, amparado na Lei de Greve.

Após a manifestação em frente à secretaria, os trabalhadores se dirigiram à rodovia Castelo Branco, onde paralisaram o tráfego para outra manifestação. A Polícia Militar, que acompanhava o protesto, deteve Flavio Oliveira Bezerra, dirigente sindical que atua na organização da greve. Houve um princípio de confusão entre a PM e os grevistas, controlado depois de negociação em que a polícia prometeu liberar Flávio quando as pistas fossem totalmente desocupadas.

flavio-2
Flávio detido na viatura da PM

Durante a confusão que se instaurou no momento da ocupação da rodovia pelos grevistas, a PM apreendeu o carro de som que acompanhava o movimento.

Por volta de 10h25, após a desobstrução da rodovia e de uma das faixas de acesso ao trevo 26B da Castelo Branco, o grupo seguiu com destino ao HMB onde iriam se concentrar em piquete.

Flávio e outra manifestante permaneceram detidos pela PM e foram levados para a DP Central, onde assinariam um termo circunstanciado e liberados posteriormente

confusao
Polícia Militar negociou a liberação da rodovia Castelo Branco
Postagens Relacionadas

1 Comentário

  1. Reportagem bem feita, porém faltou explicar que a Hygia estará demitindo todos os funcinários sem pagar seus direitos e que o prefeito Furlan nada está fazendo para garantir que os funcionários que se dedicaram por anos a intituição recebam seus direitos ou que consigam garantir sua contratação pela SPDM que é a nova administradora do hospital e que esta está exigindo que os funcionários façam a prova do processo seletivo e acertem 100% das questões para poderem ser aprovados sendo que muitos destes já fizeram este processo para ingressar no hospital em sua primeira gestão.
    É preciso ter consciência de que as pessoas têm compromissos a serem honrados e quem ninguém ali está pedindo favores e sim apenas tentando garantir no mínimo seus direitos garantidos pela CLT e que na crise em que nosso país enfrenta é muita injustiça ser demitido e sair de mãos abanando e sem um destino certo.
    Enfim é preciso apenas bom senso para garantir a dignidade dos trabalhadores que dedicam suas vidas para ajudar quem precisa e com isso fazer da instituição material de campanha eleitoral para estes que depois de eleitos os descarta como se fossem lixo.

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!