quinta-feira, maio 23, 2024
anuncio
HomeEm destaqueEnquete BnR: Bolsonaro ganha para presidente e Haddad vence para governador

Enquete BnR: Bolsonaro ganha para presidente e Haddad vence para governador

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Presidente teve 41,1% dos votos dos leitores do site, enquanto o petista ficou com 37,3%. Haddad e Tarcísio fizeram luta acirrada com diferença de 0,4%

O presidente Jair Bolsonaro (PL) foi o mais votado entre os pré-candidatos a presidente na enquete promovida pelo Barueri na Rede sobre as eleições de outubro. Na disputa pelo governo do Estado, quem foi mais citado pelos leitores foi Fernando Haddad (PT). A enquete durou 48 horas, entre a noite de terça-feira, 31/5, e a noite de quinta, 2/6, pela plataforma do Google. Participaram 1240 pessoas.

Na disputa presidencial, Bolsonaro teve 41,1% dos votos, ante 37,3% de Lula (PT), o segundo colocado, o que representa uma diferença de 3,8 pontos percentuais. Nos válidos, o resultado ficou 46,3% contra 41,1%. . Depois aparecem Ciro Gomes (PDT), com 6,6%, Simone Tebet, do MDB, com 2%, e André Janones, do Avante, 1,7%. Não quiseram apontar nenhum deles 11,2% dos participantes, o que significa que 138 pessoas não optaram por nenhum nome da lista. (veja números no quadro, inclusive com os percentuais de votos válidos, descontando-se os que não escolheram ninguém). A disputa presidencial foi a que teve o menor número de não votantes.

Para governador, os pré-candidatos Fernando Haddad (PT), e Tarcísio Freitas (Republicanos) tiveram uma luta acirrada desde a abertura da consulta, que acabou vencida pelo petista por 25,1% a 24,7%, ou seja, uma diferença de 0,4 ponto percentual. Em seguida aparecem Márcio França (PSB), com 16,9%, e o atual governador Rodrigo Garcia (PSDB) com 9.8%. Disseram que não escolheriam nenhum dos quatro 23,5% dos leitores (292 pessoas).

O BnR esclarece que a enquete não tem valor de pesquisa e trata-se exclusivamente de um exercício para medir as intenções de seus leitores. Para realizar a amostragem, não foram seguidos os critérios técnicos exigidos para as pesquisas oficiais e o trabalho não foi registrado na Justiça Eleitoral. Além disso, a lista pode não estar completa e o quadro eleitoral ainda está sujeito a mudanças. 

A consulta foi focada nos leitores do portal e restrita a quem tem conta Gmail, portanto, dirige-se a um público específico. Segundo a legislação, esse tipo de amostragem só pode ser divulgado até 15 de agosto. O Barueri na Rede pretende repetir o trabalho mais duas vezes.

 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!