terça-feira, junho 28, 2022
spot_img
HomePolíticaCriar oportunidades é a prioridade da pré-candidata Prof. Kátia Oliveira

Criar oportunidades é a prioridade da pré-candidata Prof. Kátia Oliveira

por: Redação

Educadora quer ser deputada federal para usar sua experiência de vida na educação e em trabalhos sociais para abrir portas para os jovens

Foi a vida dedicada ao ensino que inspirou a professora Katia Oliveira a entrar na política e agora, em 2022, a disputar uma cadeira de deputada federal pelo Partido dos Trabalhadores. Segundo ela, é o momento de multiplicar aquilo que vem aplicando na educação e no trabalho de abrir janelas de oportunidade às pessoas, especialmente aos jovens.

Katia conta que desde a infância, em casa, aprendeu a importância de transmitir o conhecimento. Sua mãe, dona de uma oficina de costura, treinava mulheres para o trabalho e as estimulava a seguir seus caminhos. Muitas acabaram tendo seus próprios negócios. “Isso me inspirou e sempre lutei para oferecer possibilidades de crescimento aos outros”, conta.

Ela tem 53 anos e nasceu no bairro de Santana, na capital. Trabalhou desde os onze anos com a mãe na oficina, quando a família já morava em Carapicuíba. Aos 14 anos descobriu sua paixão por crianças no voluntariado da Igreja Presbiteriana. No ensino médio, fez curso técnico de Magistério e aos 19 anos passou num concurso e tornou-se professora efetiva do Estado.

Começava ali sua carreira na área de educação, que dura até hoje. Ficou 20 anos na rede pública, formou-se em Pedagogia na USP, foi dar aulas em escolas particulares, trabalhou na Escola do Futuro, fez pós-graduações em psicopedagogia clínica, psicologia do aprendizado, gestão de docência e educação inclusiva. Trabalhou anos como capacitadora de professores e deu aulas até na pós-graduação. Hoje, mantém consultório voltado à orientação de escolas e professores.

Fora das salas de aula, passou a atuar nas comunidades, em especial com pessoas com necessidades, como transtornos psicológicos e autismo, e colaborou com ONGs, em ações para tirar jovens das drogas. Aprendeu a importância do que chama de oportunizar as pessoas, ou seja, abrir horizontes profissionais e de conhecimento para a população.

Apesar disso, nunca se interessou pela política eleitoral. “Sempre exerci política pelo meu trabalho”, explica. “Sempre quis fazer mais pelo coletivo.” Para ela, o modelo de educação limita a ação dos professores e dos estudantes e concluiu que com a política poderia atender mais pessoas. “Percebi que atuar na administração pública me permitiria sair no micro para o macro, do trabalho focado no indivíduo ao trabalho para a sociedade, explica.”

Foi assim que em 2020 concorreu a vereadora, e agora trabalha para ser deputada, pensando em utilizar seu conhecimento para ampliar a educação inclusiva, preparar o jovem para o mercado de trabalho, expandir o ensino técnico. Entre suas outras bandeiras estão o projeto de hospitais residência para idosos e as causas do animais e do meio ambiente e contra a homofobia.

Para as eleições de outubro, ela conta com o grande números de colegas e alunos que tem em Carapicuíba, Jandira, onde também morou, e Barueri, onde está há oito anos. Em seus planos estão grupos de apoiadores em várias cidades e oito dobradas com candidatos a deputado estadual. Nas eleições para presidente e governador, está fechada com Lula e Fernando Haddad.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!