sábado, agosto 13, 2022
HomeCidadeMuro de 20 metros desaba em duas casas na Vila Nova

Muro de 20 metros desaba em duas casas na Vila Nova

por: Redação

O muro caiu por cima de um veículo de um inquilino da dona da casa. Caso aconteceu na tarde desta segunda-feira, 3/2

Muro desabou na tarde desta segunda-feira, 3/2, no bairro de Vila Nova/Fotos: Divulgação

A chuva, que vem causando sérios problemas em Barueri desde o último sábado, quando foi registrada a pior enchente dos últimos anos na cidade, fez mais um estrago nesta segunda-feira, 3/2. Por volta das 14 horas, o muro, de aproximadamente 20 metros de comprimento por 3 metros de altura, de uma residência no bairro de Vila Nova desabou após uma forte chuva. De acordo com a administração municipal, a residência tem dois inquilinos, sendo que a casa de um deles foi atingida por pedras, e o carro do outro, modelo FOX, ficou debaixo dos destroços.

A casa, que fica na rua Marechal Deodoro, na Vila Nova, pertence a moradora Ivete Rosa Simão. De acordo com a munícipe, em entrevista ao programa Bom Dia SP, da Rede Globo, a Defesa Civil foi até o local, isolou a área do muro, mas, alegou não ter o plástico utilizado para cobrir os destroços. Ivete alegou que teve que comprar o plástico do próprio bolso e que a Defesa Civil não interditou as casas vizinhas, que ficam em um barranco atrás de sua residência.

Segundo a prefeitura, proprietária recebeu um alerta sobre riscos de desmoronamento da casa em 2013/Fotos: Divulgação

O Barueri na Rede entrou em contato com a prefeitura, por meio da Secretaria de Comunicação, questionando quais medidas foram tomadas além da interdição do local do desmoronamento, visto a quantidade de chuva esperada para o restante da semana. Em resposta, a gestão municipal informou que a Defesa Civil foi acionada e esteve no local isolando a área considerada de risco, bem como as casas vizinhas. A nota afirma, ainda, que a proprietária do imóvel não permitiu que as equipes de segurança do município retirassem o muro, alegando que acionaria a seguradora do veículo atingido.

Por último, a prefeitura afirma que em 2013 a Defesa Civil realizou uma vistoria na mesma residência e a identificou como área de risco de desmoronamento, devido a um barranco de 4 metros de altura, sem cobertura vegetal. A nota alega que mesmo com o alerta, Ivete contratou um pedreiro particular e construiu o muro, que caiu na tarde desta segunda-feira, 3/2.

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!