segunda-feira, junho 24, 2024
anuncio
HomeCidadeAtleta de Barueri vence campeonato brasileiro de fisiculturismo

Atleta de Barueri vence campeonato brasileiro de fisiculturismo

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Marcelo Blade, de 45 anos, conquistou os títulos nas categorias Master 40 e Overall

Próximo passo de Marcelo é conquistar o Sul-Americano de Fisiculturismo/Foto: Arquivo pessoal

Por Thiago Correia

O barueriense Marcelo Blade, de 45 anos, foi o grande vencedor do Campeonato Brasileiro de Fisiculturismo realizado no último fim de semana, em São Paulo. O atleta, que mora no Jardim Tupanci, conquistou os títulos nas categorias Master 40 acima de 1,72 m e Overall – que reúne os campeões das categorias Master 40, Master 50 e Master 60.

“Era um título que estou em busca desde 2017. Pra mim foi uma satisfação imensa, uma felicidade que não tem tamanho por que foi um trabalho duro, de praticamente dois anos buscando esse título, trabalhando detalhes, corrigindo falhas… Ganhar esse título foi uma satisfação e realização como atleta e como profissional”, afirmou Marcelo ao Barueri na Rede.

Marcelo realiza treinos desde 1993 quando entrou para o Exército Brasileiro. Em 2009, se formou em Educação Física, fez pós-graduação em Musculação e Condicionamento Físico, Saúde, Bem-estar e Educação Física pela Universidade Gama Filho, e é também pós-graduado em Reabilitação Cardiovascular e Fisiologia Cardiorrespiratória pelo Instituto do Coração (Incor) da Universidade de São Paulo (USP). Ele começou a competir em torneios de fisiculturistas em 2014 e não parou mais.

“Conquistei o campeonato de estreantes, fui campeão Paulista e Overall, disputei o Brasileiro e fiquei em quinto lugar em 2017. No ano passado competi também e fiquei novamente em 5º”, relembra. “Só que em seguida fui para o Sul-Americano e fui segundo colocado. Comecei então num trabalho bem forte visando o Brasileiro [campeonato deste ano], que era um título que eu queria muito. Me preparei bem com um grande treinador de atletas, Wilson Santos. E aí esse ano graças a Deus eu me sagrei campeão Brasileiro e campeão Overall”, exclama.

Ele conta que o título ajuda muito em sua carreira como personal trainer. “Aumenta nossa visão, os alunos começam a te procurar melhor, você passa a ser ídolo desses jovens
que estão começando no esporte”, afirma. Marcelo trabalha em uma academia no Alphaville.

Marcelo conta que os fisiculturistas são taxados como pessoas que só usam anabolizantes e ‘bombas’ para alcançar tal corpo, não levando em conta a alimentação regrada e rotina de treinos/Foto: Arquivo pessoal

Marcelo explica também um pouco do preconceito que existe em relação ao fisiculturismo. “Sempre existe preconceito. A população em geral nos vê apenas como utilizadores de recursos ergogênicos [uso de suplementos], vê algum atleta preparado e acha que o cara só usa anabolizante, mas deixa de lado a questão alimentação regrada, treinos exaustivos, que a gente deixa nossa família para cultuar nosso esporte”, lamenta.

“O fisiculturismo é carregado no corpo. Se você ver um tenista, jogador de futebol ou qualquer outro atleta você não sabe que ele faz aquilo, mas o fisiculturista sim. O cara pratica a musculação, então querendo ou não ele é visto com outros olhos. Olhos de
preconceito do tipo ‘o cara só utiliza bomba’, ‘é tudo bomba’, etc”, conta. “Até por isso a gente não consegue tantos recursos para nos prepararmos bem [para as competições]”.

Marcelo agora pretende descansar e se preparar para campeonatos no ano que vem/Foto: Arquivo pessoal

Para quem aspira se tornar um atleta fisiculturista, Marcelo é categórico: “Sempre procure um bom treinador, um professor formado na área de Educação Física. Se for pensar em competição, também procure nutricionista e um médico, toda essa equipe de profissionais são importantes para fazer um excelente trabalho”.

Casado com a advogada Viviane Sanches, ele conta que ela o ajuda demais. “Grande parceira, tem grande participação nos meus títulos. Minha companheira em tudo”, revela. Sua próxima meta é conquistar o Sul-Americano, mas não neste ano. “Pretendo descansar o corpo e o bolso”, brinca. “Minha meta é o Sul-Americano do ano que vem, o Mundial e Mister Universo [a ‘Copa do Mundo’ do Fisiculturismo]”, conclui.

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!