sexta-feira, fevereiro 23, 2024
HomeCidadeBarueri na Rede celebra quatro anos no ar, sempre independente

Barueri na Rede celebra quatro anos no ar, sempre independente

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Site tornou-se principal veículo de comunicação da cidade graças a sua postura de priorizar o interesse do leitor sem ligar-se a nenhum grupo de poder

Manifestação de servidores do HMB fecha a Castelo Branco contra demissões, 2017: cobertura local do BnR

O Barueri na Rede completa quatro anos no ar nesta quarta-feira, 18 de dezembro. Criado com o propósito de fazer jornalismo independente na cidade e comprometido exclusivamente com o interesse do leitor, sempre seguindo as regras universais da correta cobertura jornalística, o site chega a essa data com o sentimento de dever cumprido.

Um de seus mandamentos originais dizia que o jornal jamais teria ligações com grupos políticos ou econômicos, exatamente para poder manter sua autonomia, e isso foi realizado à risca durante esse período. Não há assunto proibido ou vetado para a equipe de reportagem do portal.

A lealdade com seus princípios e com seus leitores logo fez do BnR o principal veículo de comunicação de Barueri. Nestes quatro anos, o jornal esteve presente nos momentos mais importantes da cidade e acompanhou o cotidiano do barueriense: das eleições à vida esportiva; dos eventos de cultura e lazer à cobrança do poder público; do acompanhamento da vida política às notícias sobre segurança; da fiscalização dos serviços públicos a histórias de baruerienses que são notícia. Tudo isso, de forma isenta e independente.

Envenenamento mata quatro pessoas no centro, 2019: furo nacional do Barueri na Rede

Hoje, o site tem mais de 60 mil seguidores no Facebook e uma média de 300 mil leituras de reportagens por mês. Desde sua criação, as 4 mil matérias publicadas pelo Barueri na Rede já foram lidas mais de 11 milhões de vezes. As reportagens mais procuradas superaram as 60 mil leituras, chegando ao máximo de 84 mil visualizações num único texto.

O site procurou acompanhar a história contemporânea da cidade no local dos fatos. Assim foi, por exemplo, em 2016, quando o desmoronamento da entrada do Jardim Imperial deixou o bairro isolado. Durante semanas, o BnR acompanhou o drama dos moradores, esteve presente em reuniões de organização e reivindicação, cobrou da gestão municipal soluções para o problema.

Em outro caso emblemático, o Barueri na Rede teve papel fundamental na elucidação do mistério de uma ossada encontrada numa obra no centro da cidade. O trabalho de investigação do jornal permitiu descobrir em 2018 que os restos mortais eram de uma jovem barueriense que havia desaparecido onze anos antes.

Ônibus incendiados em protesto contra assassinatos, 2017: equipe fez cobertura extensiva

Neste momento em que os estudantes da EE Lênio Vieira de Moraes têm uma importante vitória contra o fim das classes de ensino médio, o BnR lembra que esteve ao lado dos alunos, dentro das escolas, durante os longos movimentos contra o fechamento de colégios estaduais em 2016 e 2017.

São apenas alguns exemplos da presença do site nos acontecimentos importantes da cidade, com o objetivo de mostrar para a população cada detalhe dos fatos que vêm construindo a história recente de Barueri.

O crescimento, obviamente, trouxe compromissos, e o principal é contemplar a expectativa cada dia maior dos leitores. Por isso, hoje o site faz uma campanha de arrecadação para poder continuar atendendo ao público. Quem quiser contribuir, pode doar a partir de R$ 10 para ajudar o jornal a manter o noticiário diário e atender as demandas da população.

Quer ser um Apoiador do BnR? Clique aqui
Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!