segunda-feira, maio 27, 2024
anuncio
HomeCidadeSameb tem dia de superlotação, demora, pacientes reclamando e PM acionada

Sameb tem dia de superlotação, demora, pacientes reclamando e PM acionada

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Segundo relatos, pessoas esperavam por atendimento aglomeradas, algumas sentadas no chão do PS. Previsão para passar com médico era de mais de 10 horas

A segunda-feira, 30/10, no Pronto-Socorro Central de Barueri (Sameb), começou difícil para quem precisou de atendimento médico e terminou com bate-boca e a presença da polícia. Uma leitora do Barueri na Rede, que chegou à unidade de saúde pouco antes das 16 horas, flagrou o que descreveu como tortura. “Pessoas agozinando, ar condicionado quebrado, calor insuportável, gente esperando há horas”, contou.

Vídeos mostram a quantidade de pacientes que, às 17 horas, muitos já irritados com a demora, ainda aguardavam, desde às 10 horas da manhã. A situação se agravou quando um rapaz passou mal e algumas pessoas, indignadas, foram em busca de socorro. Ele teria convulsionado e mesmo assim não recebeu atendimento médico. “Foi quando algumas pessoas foram bater na porta de um dos consultórios, e um funcionário respondeu fechando a porta na cara delas. Por isso começou o tumulto e a PM foi chamada para tentar conter o pessoal, que estava muito nervoso”, relata uma paciente.

Nas imagens é possível ouvir quando uma mulher questiona se determinados consultórios não estã atendendo. A quantidade de médicos disponíveis, cerca de três, segundo contaram ao BnR, seria um dos motivos para a superlotação. A estimativa de espera para atendimento era de pelo menos oito horas para quem chegou antes do meio-dia. “Eu cheguei aqui e estava tão cheio que tinha gente sentada no chão, se eu soubesse que ia acontecer isso teria tirado foto”, contou uma paciente, que procurou atendimento por causa de fortes dores de cabeça, tontura e vertigem. “Para mim, que cheguei no período da tarde, nem previsão de atendimento deram”, revela, ressaltando que muitos, após as 18 horas, não aguentaram esperar e foram embora sem passar com o médico.

O BnR entrou em contato com a compahia da Polícia Militar responsável pelo atendimento na região do Sameb para obter mais informações sobre a solicitação dos agentes mas não foram dados detalhes de quem chamou os policiais e nem os motivos.

Postagens Relacionadas

1 Comentário

  1. O maior problema é o povo de fora que vem passar aqui em Barueri. O PS do Jd Silveira atende mais a população da vizinha Jandira e Itapevi do que Barueri. O PS central é mesma coisa. A população de Barueri que paga pelo descaso na saúde das cidades vizinhas. Um vergonha para estas cidades. Infelizmente isso nao vai mudar e continuamos sofrendo com superlotação das nossas unidades de saúde.

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!