sábado, julho 2, 2022
spot_img
HomePolíticaPré-candidato denuncia campanha de ódio

Pré-candidato denuncia campanha de ódio

por: Redação

Empresário Rafael Gazar foi criticado por vereadores na sessão da câmara e teve seu escritório pichado com ofensas e ameaças

Escritório de Rafael Gazar, no Parque dos Camargos, foi pichado com ofensas e ameaças/Foto: BnR

O empresario Rafael Gazar, pré-candidato a vereador pelo DEM, estuda formas de denunciar o que está chamando de campanha de ódio contra ele. Esta semana, ele foi atacado por vereadores na sessão da câmara e teve seu escritório político, no Parque dos Camargos, pichado. Em vídeo que está divulgando, Gazar diz ainda que recebeu ameaças.

O pré-candidato inaugurou seu escritório na noite de segunda-feira (16/5) e já na terça foi criticado por vereadores na sessão legislativa. Entre ofensas e acusações de uso da máquina pública para sua campanha, um grupo de legisladores pediu que fosse investigada a participação de funcionários municipais a serviço de Gazar em horário de expediente.

“É inaceitável que um vereador use a tribuna da câmara para chamar qualquer cidadão que seja de vagabundo, como aconteceu, para disseminar o ódio contra uma pessoa”, diz Rafael. “Além de desrespeitoso, isso é quebra de decoro, eles deveriam dar exemplo à população.”

Na quarta-feira, o escritório de Gazar apareceu pichado com frases ofensivas. Os textos dizem que aquele não é seu lugar e que ele só apareceu agora para pedir votos, usa palavras como maldito, playboy e FDP e faz uma ameaça: “nóis vai te pegar(sic)”. “Se a campanha está começando assim, o que podemos esperar?”, pergunta ele.

Na sessão da câmara, ele foi criticado pelos vereadores Zetti Bombeirinho, Toninho Furlan e Silvio Macedo, e defendido por Kaskata e Miguel de Lima.

[sam_ad id=”4″ codes=”true”]

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!