sábado, julho 2, 2022
spot_img
HomeEleições 2016PMN lança Néo Marques e ataca 'coronelismo'

PMN lança Néo Marques e ataca ‘coronelismo’

por: Redação

Convenção do partido confirmou professor como candidato a prefeito em meio a críticas ao monopólio na política barueriense e à decadência da cidade   

PMN Geral Home
Reunião que lançou a chapa Néo-Aleane teve a participação de lideranças locais do PMN e discursos dos candidatos a vereador pelo partido/Fotos: BnR

A convenção do PMN, realizada na noite desta sexta-feira, 29/7, na Câmara Municipal, homologou a candidatura do professor Néo Marques a prefeito de Barueri. Também foi confirmado o nome da advogada Aleane Souza Vieira para o cargo de vice-prefeito. O partido concorrerá sozinho e tem 21 candidatos a vereador.

PMN Close
Néo: “O coronelismo impede a renovação”

Participaram da reunião lideranças regionais do partido e nove dos candidatos à câmara. Em seus discursos, eles e convidados enfatizaram pontos como a crítica ao modelo de gestão de Barueri, que estaria nas mãos do mesmo grupo há mais de 30 anos, identificado pelos convencionais com o coronelismo, a necessidade de mudança do cenário político local, a decadência financeira da cidade e a má qualidade dos serviços públicos, incompatível, segundo voz corrente no partido, com o tamanho do orçamento municipal. “É preciso mudar, mas o coronelismo impede que a cidade faça a renovação”, disse Néo.

PMN Close Vice
Aleane: “precisamos acabar com a política da barganha”

Ao falar, Aleane Vieira lembrou o atual cenário político brasileiro, considerado deplorável por ela. “No nosso município não é diferente, e a situação da saúde é apenas um exemplo”, afirmou. “Precisamos acabar com a política da barganha, em que o cidadão que precisa de um serviço público tem que recorrer a um intermediário”, concluiu.

Notícia relacionada: “Estão rindo da gente”, diz Néo sobre briga de Gil e Furlan

Também foi enfatizada a dificuldade que a legenda, pequena, terá nas eleições e foram repetidas palavras de estímulo aos membros do partido para enfrentar os obstáculos. “Não existe gigante que não possa ser derrubado, não existe império que não possa ser derrotado”, frase proferida pelo pastor Rubens Nunes Silva, resumiu o sentimento dos partidários.

O PMN tem poucos recursos para a disputa, o que levou à criação do slogan “Campanha SSS, saliva, suor e sapato”, ou seja, baseada em conversas e reuniões, esforço permanente e visitas a bairros e residências.

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!