quarta-feira, julho 24, 2024
anuncio
HomeCidadeObras da Eletropaulo vão interromper vias do bulevar

Obras da Eletropaulo vão interromper vias do bulevar

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

As alterações devem-se ao aterramento da fiação e as interdições serão feitas em etapas

bulevar
Trânsito ao redor do bulevar terá alterações para obras que durarão 150 dias/Foto: Arquivo BnR

Obras de aterramento da fiação fecharão para o trânsito as avenidas 26 de Março e Henriqueta Mendes Guerra na altura do bulevar. O fluxo de veículos será interrompido em quatro etapas, em trechos diferentes e num sentido de cada vez. A data para o início do primeiro bloqueio ainda não foi divulgada, mas deve ser já a partir desta semana.

Durante um período aproximado de 150 dias, a AES Eletropaulo vai substituir a rede elétrica aérea por rede subterrânea. De acordo com a Secretaria de Obras, toda a alimentação de energia elétrica (ligações) dos imóveis da região central será refeita pela concessionária de energia por baixo do chão, sem custos para os proprietários. Outras fiações, como cabos de telefonia, também serão aterradas sem despesa para os clientes.

Cada etapa dos desvios

Na primeira fase, o tráfego da avenida 26 de Março para quem chega do Jardim Belval será fechado no trecho entre as agências bancárias do Itaú e do HSBC. O motorista terá que virar a direita na rua Fioravante Barleta, à esquerda na Dom Pedro II e voltar para a 25 de Março pela Celidônio Guerra.

Na fase seguinte, o trecho a ser interrompido é o da Henriqueta Mendes Guerra entre a esquina da farmácia Drogasil e o Centro de Saúde. Assim, quem vem do Viaduto dos Trabalhadores pegará a Henriqueta e entrará à direita na Enedina Chalupe Guerra, depois à esquerda na Benedita Guerra Zendron e irá até a Santa Úrsula.

Já na fase seguinte, a avenida 26 de Março volta a ser fechada, mas durante todo o trecho entre as duas agências do Itaú. Nesse caso, o motorista terá de virar na Fioravante Barleta e tomar à esquerda na Dom Pedro II, mas em vez de pegar a travessa Celidônio Guerra, seguirá em frente até uma faixa do Terminal Rodoferroviário, acessará a rua Professor João da Mata e Luz e passará em frente à Prefeitura de Barueri para retomar seu itinerário.

A quarta fase, que fechará toda a extensão da Henriqueta no trecho do bulevar, ainda está em estudos pelo Demutran.

Interdição da primeira fase

img-20170508-wa0008

 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!