terça-feira, agosto 16, 2022
HomeCidadeNecrim Barueri começa a funcionar em abril

Necrim Barueri começa a funcionar em abril

por: Redação

Núcleo foi inaugurado mês passado, fica ao lado da DP Central e cuidará de casos que podem gerar penas de até dois anos de cadeia

No dia 20/2, o Núcleo Especial Criminal (Necrim) foi inaugurado em Barueri. Localizada ao lado do DP Central, na Vila Silveira, a delegacia especializada em conciliação de crimes de menor potencial – penas de até dois anos de prisão – está em fase de implementação e começará a realizar as audiências em abril, de acordo com a demanda.

Na ocasião, também foi lançado o programa Homem Sim, Consciente Também, que tem como objetivo fazer o atendimento e tratamento em casos de agressão. O projeto conscientiza o homem agressor com palestras e cursos que transformam seu modo de agir, prevenindo, com isso, que a violência familiar volte a acontecer. O curso tem duração de três meses, é de livre escolha e é coordenado pela titular da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Ivna Schelble.

Em dezembro do ano passado, a expectativa da Polícia Civil, que tocará o projeto, era de que o Necrim fosse inaugurado até o fim de 2017 (confira reportagem especial do Barueri na Rede aqui).

O Necrim Barueri é comandado pelo delegado titular da DP Central, Marcelo Jacobucci. O serviço, que sai do papel a partir do mês que vem, é direcionado para audiências de conciliação entre vítima e agressor, que são convocados para realização de acordo. O Necrim soluciona os processos em cerca de um mês, o que desafoga o Poder Judiciário e Ministério Público.

De acordo com o governo estadual, os casos seguem um caminho totalmente digitalizado até chegarem no Necrim. Primeiro, os envolvidos registram o Termo Circunstanciado (TC) em uma delegacia, que o envia online para o Núcleo.

Então, eles são orientados a se encaminharem ao Necrim, que requisita a realização de exames no Instituto Médico-Legal (IML). Os laudos, assim como o TC, são enviados ao eletronicamente, e a conclusão do caso é registrada online na Justiça.

Todo o procedimento digital é utilizado nos casos em que as partes se apresentam na polícia. No Necrim, trabalham policiais civis de perfil conciliatório e com afinidade à filosofia da polícia comunitária.

A unidade de Barueri é a 48ª de São Paulo e primeira da região Oeste. O projeto começou em Lins, no interior paulista, em 2010 e chegou à capital em 2016 com a sede da Luz, que realizou 400 audiências com 84% de conciliações positivas.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!