sexta-feira, maio 24, 2024
anuncio
HomeCidadeMerendeiras da rede municipal ficam de fora do abono de produtividade 2022

Merendeiras da rede municipal ficam de fora do abono de produtividade 2022

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

O benefício equivale ao pagamento de um salário mensal adicional e foi dado aos professores, diretores, inspetores e auxiliares em geral das escolas da cidade 

Merendeiras das escolas da rede municipal de ensino de Barueri reclamam sobre a falta de valorização do seu trabalho. Elas contam que ficaram de fora do benefício do Abono de Produtividade de 2022 – que equivale ao pagamento de um salário mensal adicional – ‘por não serem consideradas da área da educação’.

O benefício foi concedido aos professores, diretores, professores de inclusão, auxiliares de classes, inspetores e auxiliares de limpeza. As “tias da merenda”, que somam mais de 800 profissionais exercendo a função nas escolas da cidade, não foram contempladas para receber o abono – criado para incentivar a atividade dos profissionais que estão no dia a dia da educação.

“Já fizemos abaixo-assinado com centenas de nomes para mostrar a nossa indignação, tentamos uma reunião diretamente com o prefeito Rubens Furlan e buscamos, inclusive, a secretaria da nossa classe, mas sem sucesso. Ninguém olha a nossa causa”, desabafa uma das servidoras, que preferiu não se identificar.

A luta da classe por ter os direitos reconhecidos já dura anos. As merendeiras chegaram a recorrer à Justiça para ter as reivindicações atendidas em 2016, quando também pleitearam o direito por trabalhar nas unidades escolares; adicional de insalubridade, pois trabalham com equipamento pesado, em altas temperaturas e com objetos cortantes; concessão de reajuste salarial, que elas não têm há três anos; redução de carga horária de 8 para 6 horas; enquadramento como cozinheiras, pois exercem essa função.

Sobre o fato de terem ficado fora dos benefícios concedidos aos profissionais da educação esse ano, o Barueri na Rede, procurou a prefeitura, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), para saber a justificativa para as merendeiras não terem recebido o benefício, mas até o momento não houve resposta.

Postagens Relacionadas

1 Comentário

  1. Inadimicivel se são as merendeiras que dão energia para as crianças, que decepção com a prefeitura municipal de Barueri.

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!