sexta-feira, agosto 12, 2022
HomeCidadeIrmãos são sequestrados e desaparecem após homicídio em briga de bar

Irmãos são sequestrados e desaparecem após homicídio em briga de bar

por: Redação

Os dois são acusados da morte, no Parque dos Camargos, de integrante de grupo ligado ao tráfico de drogas. Eles teriam sido submetidos a um tribunal do crime

A polícia investiga o desaparecimento de dois irmãos envolvidos no assassinato de um homem durante um assalto a um bar no Parque dos Camargos, ocorrido no domingo, 10/4. Há suspeita de que tenham sido submetidos a um tribunal do crime.

Domingo à noite, um homem conhecido como Gatinho anunciou assalto num bar da rua Luciana, no Parque dos Camargos. Um dos frequentadores, portando uma faca, atacou o ladrão, que sacou um revolver, disparou e atingiu de raspão o braço de um outro freguês que estava no local. Houve confusão e o rapaz atingido pelo tiro desarmou o assaltante e disparou de volta contra ele, que passou a sangrar muito e morreu em seguida. 

Gatinho vivia numa área conhecida como uma biqueira do tráfico que fica entre o Jardim Tupã e o Jardim Audir. Ele era apontado pelos vizinhos como membro de um grupo que trafica drogas no local.

A partir de segunda-feira, 11/4, o autor do disparo que atingiu Gatinho e seu irmão, que teria ficado com a arma do crime, não foram mais vistos na vizinhança onde moram. Os dois são cearenses e conhecidos deles passaram a suspeitar de que estivessem foragidos.

Na terça-feira, dia seguinte ao assalto, porém, Guarda Municipal recebeu uma denúncia afirmando que dois homens com características semelhantes às dos irmãos foram vistos sendo conduzidos de mãos amarradas a um apartamento no conjunto habitacional do Jardim Paulista. O bar, a biqueira e o prédio ficam todos na mesma região da cidade.

A GCM foi ao local indicado pela denúncia. Lá, não encontrou os irmãos, mas deteve um morador, identificado como Jeferson. Também foram apreendidos seis celulares, supostamente utilizados pelo tráfico de drogas.

Nas mesma terça, foi localizado um vídeo em que os dois irmãos aparecem de mãos amarradas, amarrados em situação semelhante à apontada na denúncia anônima. Nas imagens, o irmão mais novo, que atirou contra Gatinho, é interrogado com características como as de julgamentos de tribunais do crime.

O autor do disparo explica em detalhes como foi a briga. O interrogador se dirige a quem vai receber o depoimento como “meus irmãos” e identifica Gatinho como “nosso irmão”.  A GCM acredita que a pessoa que conduz o interrogatório seja Jeferson. O caso foi registrado do 1º Distrito Policial de Barueri, no Jardim Audir, que está responsável pelas investigações. Os dois irmãos continuam desaparecidos.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!