terça-feira, abril 16, 2024
anuncio
HomeCidadeHomem morre em incêndio no Parque Imperial

Homem morre em incêndio no Parque Imperial

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Defesa Civil tentou reanimar César Rodrigues Soares, de 49 anos, que não resistiu. A mãe dele foi resgatada por vizinhos

bombeiro-1
Os bombeiros elogiaram a ajuda dos vizinhos e a presença de uma médica na viatura da Defesa Civil. Fotos: Mário Trujillo/BnR

Um incêndio em uma casa na Rua Anita Garibaldi, no Parque Imperial, causou a morte de César Rodrigues Soares, de 49 anos, na tarde desta quarta-feira, 24/5. Ainda no local, a Defesa Civil realizou procedimento de reanimação, mas César não resistiu e morreu. A mãe dele, Rita Cavalcante Soares, de 85 anos, foi socorrida com vida e levada ao Hospital da Clínicas por um helicóptero Águia da Polícia Militar.

César era separado, estava desempregado e deixou um casal de filhos. Morava com a mãe na mesma propriedade que outros familiares. Alertados do fogo por vizinhos, os parentes vítimas pediram ajuda e a Guarda Civil Municipal foi acionada pelos moradores próximos da casa de César. Enquanto esperavam a chegada dos socorristas, os vizinhos se uniram e tentaram apagar o fogo utilizando mangueiras domésticas.

Quando conseguiram controlar o incêndio, entraram na casa e encontraram dona Rita no banheiro, desfalecida, e a levaram para um local mais arejado, a garagem da propriedade. Enquanto uma socorrista da Defesa Civil atendia dona Rita, homens do Corpo de Bombeiros entraram na casa e lá encontraram César já sem sentidos. Carregado para fora da casa, ele foi submetido a diversas tentativas de reanimação, feitas, sem sucesso, por uma outra equipe de socorristas.

Sob a coordenação da médica Juliana Petrin, a equipe da Defesa Civil estabilizou a idosa, que foi transportada por uma viatura de resgate até o campo de futebol – próximo ao terminal de ônibus do bairro – onde foi transferida para o helicóptero Águia da PM. Ela foi levada para o Hospital das Clínicas. Segundo Marcelo, outro filho de dona Rita, ela estava consciente quando levada. “Vi quando ela foi levada pelo socorro. Estava consciente e parecia bem. Vai sair dessa”, falou esperançoso.

O resgate, que foi uma ação coordenada entre equipes da Guarda Municipal, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Policia Militar e Demutran, mobilizou também vizinhos e moradores próximos da residência das vítimas. Segundo os GCMs Emerson Rodrigues e Venerando, da primeira equipe da Guarda que chegou ao local, “a ação dos moradores foi fundamental para o retirada com vida de dona Rita”.

Já o oficial Belucci, tenente da Polícia Militar e comandante dos bombeiros que participaram do socorro, destacou a importância da presença de uma médica na equipe. ” Esse procedimento foi recentemente implantado pela Defesa Civil, e com isso temos uma aumento substancial nas possibilidades de sobrevivência em ocorrências como a de hoje”, afirmou.

A causa do acidente só deve ser definida a partir da perícia feita no local. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) estiveram na casa incendiada e agentes da Polícia Civil ouviam testemunhas e restringiam a presença de pessoas. Tanto vizinhos que presenciaram o incidente, como os que ajudaram no socorro, acreditam que o incêndio foi causado por um problema na mangueira de gás da casa.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!