sexta-feira, julho 12, 2024
anuncio
HomeCidadeFilho dá detalhes sobre como matou a mãe enforcada no Engenho Novo

Filho dá detalhes sobre como matou a mãe enforcada no Engenho Novo

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Em depoimento à polícia, Maxuel diz que estava perturbado e sufocou Rita até ter certeza de que ela havia morrido

O rapaz que matou a mãe estrangulada na tarde de segunda-feira, 4/3, no Engenho Novo, relatou com frieza à polícia como cometeu o crime. Maxuel Bastos Souza, de 23 anos, disse que estava perturbado dentro da casa onde viviam, na rua São João, quando atacou Rita Alpomo Bastos, de 51 anos, sem motivo aparente.

Ele contou que inicialmente deu um mata-leão nela, golpe que consiste em submeter a vítima apertando seu pescoço com o braço. Maxuel manteve Rita sufocada até que julgou que estava morta. Neste instante, ele afrouxou a pressão e ela voltou a respirar e ameaçou levantar-se. Foi então que ele amarrou um pano em torno de seu pescoço e a asfixiou até ter a certeza de que estava morta.

Em seguida, o rapaz chamou uma motorista de aplicativo que mora perto e pediu que o levasse até Praia Grande. Ela estranhou seu comportamento e, na volta, percebeu que ele havia esquecido um celular no carro. Ao checar o aparelho, descobriu que era de Rita. Então, ligou para um vizinho e pediu que avisasse a mulher. Foi quando seu corpo foi encontrado caído na sala da casa.

A morte de Rita, especialmente da forma como ocorreu, chocou a vizinhança. Ela era considerada uma pessoa boa e generosa e querida pelos vizinhos. Trabalhava como diarista e se esforçou muito para criar os dois filhos. Mawuel era seu caçula. Ela havia comprado um terreno na Bahia e juntava dinheiro para voltar para lá.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!