segunda-feira, junho 24, 2024
anuncio
HomeCidadeComissão de servidores municipais divulga comunicado cobrando reivindicações

Comissão de servidores municipais divulga comunicado cobrando reivindicações

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Grupo de 33 trabalhadores de várias áreas da gestão cobra reunião com o prefeito Rubens Furlan para tratar de pautas do funcionalismo

Movimento iniciado pelos professores vem realizando atos no centro da cidade e tem recebido adesão de outras categorias

Uma comissão formada por 33 servidores municipais de diversas áreas divulgou no sábado, 8/4, comunicado à população em que anuncia o surgimento de um movimento de reivindicações de todo o funcionalismo e apresenta uma relação de itens que querem negociar com a prefeitura.

O texto afirma que, no momento, não estão na pauta paralisações ou greves, mas inicialmente apenas o pedido de uma reunião com o prefeito Rubens Furlan para discussão dos assuntos propostos. A iniciativa foi inspirada no movimento da área de educação, que tem realizado assembleias e passeatas na últimas semanas no centro da cidade. 

Da pauta de reivindicações constam desde correção salarial para recompor perdas com a inflação até substituição de cestas básicas por vale alimentação. A lista inclui também garantia de fornecimento pela prefeitura de material básico para o trabalho dos funcionários, como sulfite e papel higiênico.

Os servidores querem a ainda a substituição de contratados comissionados por profissionais já aprovados em concursos e não convocados para trabalhar e anulação das avaliações de desempenho deste ano, consideradas viciadas com o intuito de dar notas baixas generalizadamente.

Leia abaixo o comunicado dos servidores na íntegra:

 

COMUNICADO DA COMISSÃO DE SERVIDORAS E SERVIDORES DE BARUERI À POPULAÇÃO

Não estamos falando em paralisação ou greve, pois aguardamos reunião desta comissão com o prefeito e não queremos prejudicar os serviços prestados à população

Barueri, 8 de Abril de 2023.

Estamos lutando pelo básico, para que você, munícipe, não passe a sentir os prejuízos que nós, SERVIDORAS e SERVIDORES, já sentimos há tanto tempo, mas assumimos e fazemos de tudo para que o Prefeito leve a fama. Então, CHEGA!!!!

Nós, da Comissão de SERVIDORAS e SERVIDORES, informamos que o prefeito da cidade, na última terça-feira, 4 de Abril, divulgou vídeo ao lado do presidente do SINDSERV (Sindicato dos Servidores) dizendo que funcionárias e funcionários públicos do município teriam SEIS POR CENTO de aumento, depois de anos da defasagem salarial, o que consideramos uma VERGONHA!

Porém, o histórico desta luta não se resume neste pronunciamento do tal reajuste. No início deste ano, tivemos a surpresa que a Avaliação de Desempenho, feita para atribuir nota ao serviço prestado em diferentes áreas, foi manipulada para ter a nota máxima de 7,5, em especial, na educação. Professoras e professores se mobilizaram e o SIPROEM, sindicato desta categoria, chamou assembleias para tratar deste e de outros temas, inclusive com caminhadas pela cidade.

Porém, professoras e professores, mesmo contrariando algumas opiniões das lideranças sindicais, perceberam que os problemas não eram apenas na Educação, mas estavam em todas as Secretarias Municipais. Por conta disso, o grupo cresceu e o movimento está recebendo adesões de SERVIDORAS e SERVIDORES das diversas categorias a cada dia, juntamente com apoio da população.

As precarizações nos espaços de trabalho vêm nas diversas formas. Algumas menos sentidas pela população, pois nós, os servidores e as servidoras, tomamos a responsabilidade que deveria ser da Prefeitura e colocamos verba do próprio bolso para ter materiais básicos como: papel higiênico, folha sulfite, álcool, materiais de desinfecção, entre outros.

Outras, a população de Barueri já sente, como a falta de medicação. As pautas já são antigas e em algumas tentativas fomos colocando nossas solicitações que foram arquivadas e desconsideradas. Agora, nós reconhecemos, o movimento só cresce e não são estes 6%, que correspondem a 85 reais em alguns salários, que irão nos calar.

Vale lembrar que percebemos as limitações dos sindicatos: SIPROEM, está na luta, porém não pode defender todas as categorias por ser ligado à educação, já o SINDSERV representa os propósitos do prefeito e não das trabalhadoras e dos trabalhadores conforme ficou comprovado no vídeo divulgado, por isso surge esta Comissão para melhor organização e documentação, que conseguiu reunir as verdadeiras reivindicações apresentadas em documento protocolado na Prefeitura de Barueri, antes mesmo do anúncio feito pelo chefe do executivo municipal ao lado do presidente do SINDSERV, que seguem abaixo:

– Cartão Alimentação no valor de RS 700,00 (Reajuste Anual em Janeiro pelo IPCA);
– Reajuste Salarial Anual (Sempre em Janeiro pelo IPCA);
– Reposição Salarial (imediatamente das perdas referentes a anos anteriores);
– Fim das Terceirizações e Convocação Imediata das pessoas concursadas, porém que trabalham como contratadas (somente assim, recuperamos o IPRESB);
– Explicação sobre a real situação do IPRESB;
– Anulação de todas as avaliações de desempenho;
– Abertura de concurso público para todas as áreas para repor pessoas que se aposentaram ou pediram demissão, além de melhorar as finanças do IPRESB;
– Estabelecer Janeiro de cada ano para data base salarial e reajuste do cartão alimentação;
– Reposição contínua de materiais básicos como papel higiênico, folha de sulfite, entre outros objetos referentes a cada local de trabalho;
– Melhoria dos sistemas de internet (wi-fi) e de equipamentos para trabalharmos, pois o mesmo trava cotidianamente, várias vezes ao dia, dificultando o bom andamento dos serviços básicos e complexos;
– Revisão urgente da insalubridade com avaliação técnica para que seja pago o valor devido de acordo com os riscos ocupacionais inerentes a cada posto de trabalho e função exercida;
– Formação continuada através de cursos de capacitação para todas as áreas para aprimoramento do trabalho;
– Valorização de plantonistas nas diversas áreas do serviço público;
– Aviso prévio de 15 dias da chefia imediata, no caso de servidora ou servidor que tiver mudança de horário ou ser transferida (o) do local de trabalho com documento oficial explicando o motivo da mudança;
– Direito a seis faltas abonadas e à folga aniversário, anualmente, para SERVIDORAS e SERVIDORES de todas as Secretarias Municipais;
– Auxílio Combustível, como já ocorre em diversos municípios;
– Verificação urgente para diminuição na carga horária de 40 para 30 horas semanais a determinados setores que requerem esta particularidade devido ao trabalho que desenvolvem.

REPRESENTANTES DA COMISSÃO:

1 – Geovani Barreto (Jéba) – Professor de História;
2 – Rose Soares – Professora de Desenvolvimento Infantil e Codeputada Estadual Eleita pelo Movimento Pretas;
3 – Maísa Moiseis de Oliveira- Médica (Clínica Geral);
4 – Sumone Andréa de Lima Siqueira – Auxiliar de Merendeira;
5 – Roseli Barbosa de Oliveira – Merendeira Escolar;
6 – Patricia de Paiva Carmelo – Fonoaudióloga;
7 – José Ricardo Gaspar Pedroso – Motorista;
8 – Valdir Barbosa de Farias – Tráfego de Ambulância;
9 – Maria Paula Barcellos – Médica Ginecologista;
10 – Maria da Conceição Salles Carola – Merendeira Escolar;
11 – João Neto Campos dos Santos – Telefonista (Secretaria de Indústria, Comércio – Setor Fiscalização);
12 – Rafael Dutra – Guarda de Patrimônio;
13 – Silmara da Silva Bahia – Psicóloga;
14 – Rosângela Duarte – Assistente Social;
15 – Daniela Conrado Chagas Munhoz – Educador em Saúde;
16 – Hadassa Matos dos Santos – Agente de Patrimônio;
17 – Júlio César Correa Bordinoski – Fisioterapeuta no Arena Barueri CSF;
18 – Raphael Diniz da Silva – Auxiliar de Classe;
19 – Fabiano Luis da Silva – Enfermeiro do SAD;
20 – Amanda Assunção Verde – Assistente Social na Secretaria da Saúde;
21 – Igor Moreira – Agente Operacional;
22 – Simone Nascimento de Medeiros – Auxiliar de Farmácia;
23 – Quésia Meireles Rosendo – Merendeira;
24 – Fatima Galucci Passos – Professora de Inclusão;
25 – Eder Alves de Oliveira – Auxiliar de Farmácia;
26 – Maria Aparecida Aires da Silva – Enfermeira;
27 – Dalva Cândido Renze Oliveira – Auxiliar de Merendeira;
28 – Aline Giese – Fisioterapeuta;
29 – Mariana da Silva Santos – Assistente Social;
30 – Carlos Valadares Coelho Júnior – Professor de História;
31 – Aline Aparecida Silva Stella – Cuidadora Social;
32 – Carlos André da Silva Pinto – Agente de Saúde;
33 – Jamine Vasconcelos Martinis – Fisioterapeuta.

Na próxima sexta-feira, 14 de abril, a partir da 19h, em frente à prefeitura de Barueri, tem nova manifestação! Apoie servidoras e servidores, pois somos nós que mantemos nossa cidade educada, alimentada, saudável, organizada, limpa, segura e feliz!

 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!