sexta-feira, fevereiro 23, 2024
HomeCidadeFundo Social atende famílias vítimas das enchentes

Fundo Social atende famílias vítimas das enchentes

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Segundo a prefeitura, em dez dias de campanha, foram distribuídos 185 kits de produtos de limpeza, 180 kits de alimentos e 259 pacotes de fraldas

O Fundo Social de Solidariedade atendeu mais de 80 famílias vítimas das enchentes que atingiram a cidade em 10/2 (relembre). A afirmação é da prefeitura. A ação entre secretarias municipais e liderada pelo Fundo Social de Solidariedade distribuiu cestas básicas, colchões e cobertores emergencialmente às famílias afetadas.

O Fundo Social realizou uma campanha de doações para arrecadar alimentos, produtos de limpeza e fraldas. Em dez dias, a Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social montou e distribuiu 185 kits de produtos de limpeza, 180 kits de alimentos e 259 pacotes de fraldas, que foram entregues a 83 famílias.

Servidores municipais e soldados do 22º Batalhão Logístico Aeromóvel do Exército ajudaram no armazenamento e transporte dos kits. As doações de produtos de limpeza, higiene pessoal e fraldas podem ser encaminhadas para sede da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, que fica na avenida 26 de Março, 1159 – Centro. Os telefones para campanha são: (11) 96574-8239 e (11) 4199-2800, ramal 118.

O Fundo Social de Solidariedade planeja uma nova campanha para arrecadar móveis, eletrodomésticos e outros itens, mas não divulgou como e quando isso será feito.

Famílias prejudicadas

Na semana passada, o Barueri na Rede publicou reportagem sobre a falta de assistência da prefeitura com os moradores que tiveram danos com enchentes desde o início do mês (leia mais).

Moradores da Vila Márcia tiveram suas casas alagadas pelo menos quatro vezes só esse ano e relataram terem perdido máquina de lavar, geladeira, guarda-roupas, notebook, móveis e outros itens das casas. Eles alegam que a prefeitura auxiliou apenas com colchão e kit de limpeza na primeira enchente.

Desde a primeira enchente deste mês na cidade, no dia 10/2, o BnR entrou em contato com a Prefeitura por meio da Secretaria de Comunicação (Secom), perguntando o que acontece com essas famílias que não têm para onde ir, em relação aos inúmeros alagamentos e aos danos materiais dos moradores. Porém, a prefeitura nunca se pronunciou sobre o caso.

Postagens Relacionadas
- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!