quinta-feira, fevereiro 29, 2024
HomeEm focoCarapicuíba tem noite violenta: dois mortos e três feridos

Carapicuíba tem noite violenta: dois mortos e três feridos

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Polícia investiga se há relação entre os dois ataques que ocorreram no raio de três quilômetros, no período de 30 minutos

Aerton foi morto na Rua Cordeirópolis e não há testemunhas. Fotos: Redes Sociais

Duas pessoas morreram e três ficaram feridas em dois crimes na noite de quinta-feira, 11/1, em Carapicuíba. No Jardim Ana Estela, uma jovem de 17 anos morreu e outras três pessoas ficaram feridas, por volta de 22h30. Meia hora depois um homem de 38 anos foi morto na Rua Cordeirópolis, no Parque Roseira. A Polícia Civil ainda investiga se os dois crimes estão ligados.

Na primeira ocorrência as vítimas foram baleadas em frente a um bar na rua Severino Salgado Vasconcelos, enquanto comemoravam a viagem próxima de uma amiga. Uma adolescente, de 17 anos, recebeu um tiro no pescoço e morreu no local. Já outra jovem, de 12 anos, teve um ferimento na perna e foi encaminhada ao Pronto Socorro Vila Dirce, Paulo Roberto Dias Vaz, de 26 anos, baleado no abdômen, foi levado ao Hospital Geral de Carapicuíba, e Nilson Alves, de 44 anos, foi ferido no quadril e socorrido no Sameb, em Barueri. Nenhum deles corre o risco de morte.

Aílton José de Souza, dono do estabelecimento, disse que estava abastecendo a geladeira quando ouviu os tiros e que ao sair do bar para ver o que acontecera os corpos já estavam no chão. Testemunhas afirmam que os disparos partiram de um automóvel preto, Hyundai HB20 ou I30.

Aproximadamente meia hora mais tarde, a polícia foi acionada para atender outra ocorrência, a cerca de três quilômetros. Lá encontraram Aerton Barreto dos Santos, de 38 anos, morador nas proximidades e com passagem pela polícia por tráfico de drogas, morto com quatro tiros nas costas, tórax e cabeça. De acordo com a PM, que atendeu o chamado, não há testemunhas com informações que ajudem a elucidar o crime.

Segundo a Polícia Civil os casos vão ser tratados separadamente enquanto procuram indícios de ligação entre eles.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!