quinta-feira, junho 13, 2024
anuncio
HomeCidadeCaminhoneiros bloqueiam a Castelo Branco na altura da saída de Barueri

Caminhoneiros bloqueiam a Castelo Branco na altura da saída de Barueri

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Todas as faixas da rodovia foram interditadas no sentido do interior e apenas motos e caminhões autorizados podiam passar

Fechamento ocorreu pouco antes da saída do quilômetro 26 no sentido do interior / Imagens: BnR

Caminhoneiros fecharam na noite de segunda-feira, 31/10, todas as faixas da rodovia Castelo Branco no sentido do interior, na saída do km 26, altura da praça das Bandeiras. Eles chegaram a usar uma árvore que havia sido cortada por causa de ampliação da rodovia para fechar a estrada. Apenas motociclistas e caminhões autorizados pelos organizadores do bloqueio podem passar.

Por volta das 19h20, chegaram ao local viaturas da Polícia Militar de Barueri e da região e também da Polícia Rodoviária, mas nenhuma ação para liberar a estrada havia sido tomada.

Segundo policiais que participam da operação, a orientação é garantir a abertura do tráfego o quanto antes. Por volta das 19h40, uma faixa foi liberada para quem continuar na entrada, mas a saída para Barueri continuava interditada.

Nesse horário, os carros parados ocupavam todas as faixas até a altura do trevo do Alphaville. Para quem vem de São Paulo, a alternativa é se utilizar das vias laterais e sair da Castelo pelo Tamboré.

Muitos motoristas desviaram o caminho entrando no Alphaville, pegando a alameda Tocantins e seguindo pela nova avenida Mario Sadanori Doi, até a Praça das Artes, e dali retomando a Castelo depois do bloqueio ou entrando pela cidade pela Praça das Bandeiras.

O movimento está sendo realizado como protesto contra a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições presidenciais realizadas no domingo. Eles pedem intervenção militar para que Jair Bolsonaro continue no cargo.

O movimento interrompeu o trânsito em dezenas de pontos de rodovias em vários estados desde a noite de domingo, 30/11, e promete ampliar o volume de protestos até pelo menos quarta-feira, 2/11,quando esperam que Bolsonaro faça um pronunciamento à nação.

Movimento faz parte de ação que foi realizada em vários pontos do Brasil desde a noite de domingo contra a eleição de Lula
Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!