segunda-feira, junho 24, 2024
anuncio
HomeCidadeBarueri entra na lista de cidades com doenças provocadas por problemas sociais

Barueri entra na lista de cidades com doenças provocadas por problemas sociais

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Município é um dos 23 do estado inseridos no Projeto Brasil Saudável por ter altas cargas de duas ou mais doenças ou infecções causadas por  ciclos de pobreza

Barueri é uma das 23 cidades paulistas inseridas no Projeto Brasil Saudável, lançado pelo governo federal no começo do mês. Isso significa que o município é considerado prioritário por possuir altas cargas de duas ou mais doenças ou infecções determinadas por problemas sociais. Na região, foram incluídas na lista ainda Carapicuíba, Jandira e Osasco. Em todo o país, 175 cidades farão parte das ações.

A meta é do programa é combater doenças e infecções determinadas e perpetuadas pelos ciclos da pobreza, da fome e das desigualdades sociais no país e que a maioria das doenças sociais seja eliminada como problema de saúde pública permanente. São elas: malária, doença de Chagas, tracoma, filariose linfática, esquistossomose, oncocercose, geo-helmintíase, além de cinco infecções de transmissão vertical (sífilis, hepatite B, doença de Chagas, HIV e HTLV) e o cumprimento das metas da Organização Mundial de Saúde (OMS) para diagnóstico, tratamento e redução da transmissão da tuberculose, hanseníase, hepatites virais e HIV/aids. 

A expectativa é que os grupos mais vulnerabilizados tenham menos risco de adoecimento e que as pessoas atingidas pelas doenças e infecções possam realizar o tratamento de forma adequada, com menos custos e melhores resultados na rede de saúde pública.

Entre 2017 e 2021, as doenças determinadas socialmente foram responsáveis pela morte de mais de 59 mil brasileiros.  Para atingir seus objetivos, o projeto vai atuar em diversas frentes, com foco no enfrentamento à fome e à pobreza; ampliação dos direitos humanos e proteção social para populações e territórios prioritários; qualificação de trabalhadores, movimentos sociais e sociedade civil; incentivo à inovação científica e tecnológica para diagnóstico e tratamento; e ampliação das ações de infraestrutura e de saneamento básico e ambiental. 

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!