sábado, julho 2, 2022
spot_img
HomeEsporteAtletas do Grêmio Barueri denunciam suborno

Atletas do Grêmio Barueri denunciam suborno

por: Redação

Jogadores dizem a jornal que foram pressionados por dirigente para perder por mais de três gols para o Rio Preto na quarta rodada da Série A3

Quando parece que mais nada de ruim pode acontecer ao Grêmio Barueri, uma nova crise aparece.  A mais recente é uma denúncia feita por dois jogadores do elenco de que o time recebeu uma proposta de suborno para perder uma partida.

Segundo reportagem publicada neste sábado, 5/3, pelo jornal Diário de S. Paulo, o empresário Jaci Martino de Oliveira, ex-gestor do clube, e outras duas pessoas, falando em nome de um suposto apostador asiático, ofereceram 25 mil dólares para que o time perdesse por mais de três gols de diferença para o Rio Preto, na quarta rodada do Campeonato Paulista da Série A3, em 11 de fevereiro. Os jogadores teriam recusado a oferta mas, mesmo assim, o Rio Preto venceu por 4 a 0.

O jornal ouviu Oliveira, que negou a acusação, mas Matheus Soares dos Reis, seu sócio, que trabalhou como técnico naquele jogo, confirmou a versão dos jogadores. “A proposta balançou, pela situação que nós estamos vivendo. Mas os atletas recusaram”, disse Matheus Reis.

“Vai ser todo mundo demitido”

Um jogador que falou ao Diário, sob a condição de não ser identificado, contou que Jaci Oliveira chegou ao vestiário e disse que era preciso entregar o jogo para que o clube pudesse pagar o salário de todos. “Se não acontecer isso, vai ser todo mundo mandado embora. Não quer entregar, não atrapalha”, teria dito ele.

“Isso é um absurdo. Eu nem sei o que é isso. Comigo, não aconteceu”,  afirmou Jaci ao jornal. Sobre o fato de o próprio sócio ter confirmado a proposta do apostador asiático, foi enfático.  “O Matheus está louco.”

Para aumentar a polêmica, no jogo contra o Rio Preto, quando o Grêmio perdia por 3 a 0, houve um pênalti para o time da casa, aos 37 minutos do segundo tempo, cometido por Gustavo Martino, que é filho de Jaci Oliveira. Os jogadores se revoltaram com o colega. Na opinião de um dos atletas ouvidos pelo Diário, o pênalti foi proposital. Na cobrança, o Rio Preto fez o quarto gol.

Gustavo, que é centroavante, foi para a própria área num escanteio para o  adversário e cometeu a falta. apesar dos pedidos do técnico para que não recuasse. O jogador, que não está mais no elenco, disse, em sua defesa que, quando sai escanteio, é sua função marcar o zagueiro central adversário. “Eu fui dividir a bola com ele, e o juiz acabou dando o pênalti. Não foi proposital, foi lance normal”,  explicou.

Coleção de vexames

Em 2016, o Grêmio Barueri acumula vexames. Desde o WO da estreia, por falta de jogadores para enfrentar o Primavera de Indaiatuba em casa, foram dez derrotas em dez jogos, sendo uma por 8 a 0 para o Osasco, em Barueri, e outra por 10 a 0 para o Nacional, na capital, na quarta-feira, dia 2.

O time chegou a jogar sem nenhum atleta no banco de reservas e nos primeiros cinco jogos do campeonato teve cinco técnicos diferentes. Em fevereiro, os jogadores ameaçaram fazer greve, por conta das condições precárias do alojamento e dos salários atrasados, e chegaram a fazer um protesto em campo.

[sam_ad id=”10″ codes=”true”]

 

Postagens Relacionadas

1 Comentário

Comentários estão fechados

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!