domingo, julho 21, 2024
anuncio
HomeCidadeMorte de adolescente após briga expõe rotina de violência em escola municipal

Morte de adolescente após briga expõe rotina de violência em escola municipal

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Menina do nono ano do ensino fundamental sofreu traumatismo e hemorragia após brigar com colega

Brigas entre estudantes se tornaram frrequente na Emef João Carvalho de Lima

A morte de uma adolescente dias após ter-se envolvido numa briga dentro de uma escola municipal expôs a rotina de violência na unidade. Segundo familiares ouvidos pelo Barueri na Rede, as brigas entre estudantes têm sido cada vez mais frequentes na Emef João Carvalho de Lima, no Jardim Mutinga.

Dias atrás, duas adolescentes brigaram por motivos não esclarecidos, Vídeos que circularam nas redes sociais mostram ambas trocando socos e rolando no chão diante de dezenas de colegas.

Uma das meninas, que fazia o nono ano do ensino fundamental, sofreu traumatismo e hemorragia devido a um forte choque da cabeça contra o chão. Ela foi internada, passou dias da UTI ligada a aparelhos e acabou morrendo no domingo, 18/6.

A causa oficial da morte ainda é desconhecida e a família aguarda o resultado de exames periciais. Também é esperada a análise das câmeras de segurança da escola.

De acordo com alunos e familiares, a violência entre estudantes é comum dentro da Emef e nos arredores. Vários vídeos que mostram confrontos entre estudantes da escola dentro e fora do ambiente escolar circulam pela internet.

Na sexta-feira, 23/6, o programa Balanço Geral, da TV Record, exibiu reportagem sobre o assunto, mostrando imagens de brigas diante da “torcida” dos demais estudantes. Segundo a matéria, a prefeitura afirmou que está tomando providências para coibir a violência na unidade.

A secretaria informou que uma equipe da pasta está realizando trabalho de capacitação dos profissionais da escola para lidar com a situação e realizando atividades pedagógicas com os alunos. De acordo com a direção da Emef, os estudantes que se envolveram em brigas foram suspensos ou expulsos. Pais e alunos ouvidos pelo BnR dizem não ter percebido nenhuma ação da gestão até o momento.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!