quarta-feira, julho 17, 2024
anuncio
HomeCidadeGovernador reintegra PM acusado de participar das chacinas de Osasco e Barueri

Governador reintegra PM acusado de participar das chacinas de Osasco e Barueri

por: Redação

Compartilhe esta notícia!

Cabo Cristilder dos Santos havia sido condenado por atos que resultaram em 25 execuções, mas foi inocentado em segundo julgamento 

Cenas de homens executando frequentadores de um bar em Osasco chocaram o país

O governador Tarcisio de Freitas determinou a reintegração aos quadros da Polícia Militar do cabo Victor Cristilder dos Santos. Ele foi acusado de ter participado da série de chacinas que em agosto de 2015 resultou na morte de 25 pessoas entre Osasco e Barueri.

Durante toda a investigação, a tese defendida pelo Ministério Público era de que as mortes foram praticadas por policiais e guardas municipais como retaliação ao assassinato de colegas. De acordo com o MP, as vítimas da vingança policial foram escolhidas aleatoriamente, sem qualquer relação direta com os crimes anteriores.

A matança chocou o país e ficou marcada pelas imagens de câmeras de segurança de um bar em Osasco que mostraram execuções a sangue frio feitas por homens encapuzados de clientes que frequentavam o local.

Oito PMs e um GCM foram apontados como responsáveis pelas mortes. Quatro foram julgados, sendo que dois foram absolvidos e dois foram condenados e cumprem penas de mais de 200 anos de prisão.

Cristilder foi um dos inocentados, em 2021. Mas em 2019, durante as investigações do caso, ele havia sido expulso da PM, portanto, antes de ser absolvido pela Justiça. O cabo então recorreu contra a expulsão, que foi definitivamente aceita em maio deste ano, levando o governador a assinar sua reintegração.

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!