sexta-feira, julho 1, 2022
spot_img
HomeCarnavalCom apoio e parceiros, escolas prometem virada no carnaval

Com apoio e parceiros, escolas prometem virada no carnaval

por: Redação

Com aval da prefeitura, alianças com grandes agremiações e melhorias na infraestrutura, sambistas querem iniciar nova fase no carnaval de rua de Barueri

samba-publico4
Em 2016, cerca de 20 mil pessoas assistiram ao desfile sem contar com nenhuma estrutura/Fotos: BnR

O carnaval de rua de Barueri este ano promete ser o início de uma nova fase na história dos desfiles da cidade. Depois de três anos de trabalho, finalmente as escolas de samba conseguiram entender-se com a prefeitura e, contando com o apoio de empresas, poderão oferecer ao público melhores condições de acompanhar a festa.

Ao mesmo tempo, em parceria com escolas de São Paulo, afirmam que oferecerão um espetáculo mais grandioso do que nos dois anos anteriores, quando a festa foi retomada na cidade. O regulamento também faz exigências para que as entidades possam continuar tendo lugar nos desfiles.

Tudo ainda vem sendo mantido em sigilo, mas já há um projeto para a avenida que incluirá camarotes VIPs, sistema adequado de sonorização e praça de alimentação. Há conversas avançadas para a instalação de arquibancadas para 10 mil pessoas, mas esse ponto ainda não está garantido. Isso deve evitar o desconforto do ano passado, quando as pessoas foram obrigadas a permanecer durante horas sob sol forte, com poucos banheiros e sem a possibilidade de comprar alimentos ou bebidas.

samba-publico3
Publico acompanhou tudo de pé

A prefeitura, que no mandato anterior se opunha aos desfiles, agora está ajudando, por meio da Secretaria da Cultura, mas sem destinar dinheiro público para o evento. Apenas apoiará as escolas com esquema de segurança e alguns itens de infraestrutura, como a cerca que isolará a área dos desfiles.

 

Toda a organização ficará sob responsabilidade da Liga Independente das Escolas de Samba de Barueri (Liesb). As agremiações pretendem dar um tom social ao carnaval e estudam cobrar dos expectadores um quilo de alimentos como ingresso. O que for arrecadado será destinado a entidades sociais.

No ano passado, com um único dia de desfile, o carnaval atraiu cerca de 20 mil pessoas para a avenida Guilherme Guglielmo, em frente ao ginásio José Correa. Este ano, a apresentação será realizada em dois dias. Com isso, a festa pode começar mais tarde. Esse foi outro inconveniente de 2016, pois a apresentação teve início por volta de 14 horas, sob temperatura de mais de 35ºC.

ordem-desfile-carnaval

Postagens Relacionadas

Deixe sua resposta

Deixe seu comentário
Coloque seu nome aqui

- Advertisment -

Mais Populares

error: Conteúdo Protegido!